Compartilhe
Life Is Strange análise do primeiro episódio

O novo lançamento da Square Enix, Life Is Strange estreou no dia 20 de janeiro com um formato que está ficando cada vez mais popular na nova geração de jogos, o formato em episódios, como se fosse em um seriado televisivo.

O estilo em episódios deu muito certo com games, principalmente naqueles focados na história e esse é o caso de Life Is Strange, um game que leva a sério a construção de uma história envolvente e interessante. Confira logo abaixo uma análise do primeiro episódio, vou tentar revelar o mínimo para que a sua primeira experiência com o jogo não seja arruinada.

O enredo

Em Life Is Strange você controla a reservada e tímida Max, uma garota que acabou de completar 18 anos e está estudando para ser fotógrafa profissional, profissão essa que ela sonha exercer desde criança.

O menu estilizado de Life Is Strange

Max retornou a sua cidade natal para ser estudante de um famoso fotógrafo que lesiona por lá. Foi a cinco anos atrás que Max deixou sua cidade e também sua melhor amiga Chloe ao qual ficou todo esse tempo sem entrar em contato.

Em sua volta à cidade e a chegada a nova escola tudo parece normal, em sua classe há uma estudante metida que se acha melhor do que todos e sempre tem ao seu redor seguidoras, o seu professor é realmente um gênio e se preocupa com o futuro de seus alunos, como qualquer escola há os valentões, os nerds e aqueles que são alvos das brincadeiras da turma, Max até mesmo tem um amigo que claramente gosta dela se importa muito com ela.

Mas Life Is Strange não se trata somente de uma história tipo Malhação, tudo começa com um estranho pesadelo, Max está à mercê de uma tempestade perto de um Farol e testemunha um tornado gigante engolindo a cidade. Ao acordar Max se encontra na sala de aula, mas com um sentimento estranho, como se o que ela havia sonhado realmente tivesse acontecido.

O tornado de Life Is Strange

Para clarear a mente, Max vai ao banheiro lavar o rosto e acaba testemunhando o assassinato de uma garota pelo aluno mais rico do colégio, no momento em que isso acontece ela acorda de novo na mesma aula que havia acabado de assistir, foi aí que Max percebeu que voltou no tempo e que pode tentar salvar a garota.

A história de Life Is Strange

Life Is Strange trata-se de um jogo de escolhas, se você se arrependeu de algo tem a chance de voltar no tempo e mudar o destino. Os personagens são carismáticos e a história se desenvolve muito bem, um jogo recomendado para quem gosta de um bom seriado ou histórias de ficção científica.

Os gráficos e as músicas

A distribuição das cores no jogo é realmente muito especial, principalmente em lugares abertos ou através da iluminação vinda da janela dos ambientes. O game reúne um estilo cartoon muito bonito, os menus do jogo são todos no formato de diário e fotografias.

A escola de Life Is Strange

A música também foi muito bem aplicada no jogo, durante o inicio você controla Max em uma cena com música de fundo enquanto a personagem explorava a escola. A Max toca violão, se você for no quarto dela, pode tocar até quando você achar que pode.

A jogabilidade

No jogo você poderá controlar o personagem em uma visão em terceira pessoa, seus movimentos podem ser controlados pelos botões ou teclas mais comuns em jogos e a interação com objetos é através de cliques.

Um aspecto que gostei muito foi a câmera que pode ser movimentada livremente, podendo você olhar para o rosto do personagem e a paisagem ao seu redor.

Em Life Is Strange há também diálogos entre as cenas cinematográficas e os diálogos de escolha durante o gameplay. Você pode escolher o que fazer ou o que dizer.

Max voltando no tempo em Life Is Strange

Para voltar ao tempo você pode usar um comando em alguns momentos da gameplay, é você que decide se voltará ou não.

Diagnóstico

O jogo é muito bom, se você gosta de uma boa história vai querer conferir os próximos episódios que ainda serão lançados. Life Is Strange segue a linha dos games de apontar e clicar da Telltale Games com maestria e com muito mais detalhes e opções variadas no ambiente, você tem muito o que explorar na trama e cada jogada pode ser uma experiência nova e divertida.

Diferente dos outros jogos de escolha, nesse você pode voltar no tempo e saber o que aconteceria se você tivesse escolhido outro caminho.

Você também jogou o game e achou interessante? Poste logo abaixo um comentário sobre Life Is Strange, essa análise foi com pouco spoilers, mas se eu chegar a fazer uma para o segundo episódio vou escrever um pouco sobre minhas previsões e opiniões do rumo da história.

Não se esqueça também de curtir a Fã Page do site e se inscrever no canal do Youtube.

Deixe um comentário