Home Artigos Especiais Life is Strange Episódio 5 – Resumo, opiniões e dicas

Life is Strange Episódio 5 – Resumo, opiniões e dicas

Compartilhe

Finalmente o episódio final de Life is Strange foi lançado, neste artigo vou resumir alguns acontecimentos, compartilhar opiniões e dicas para o quinto e último episódio do jogo. Se você não quer spoilers, sugiro que jogue ou assista primeiro o episódio antes de continuar lendo.

Nesse artigo você também encontrará dicas para passar determinadas partes do jogo. E sim, eu exagerei no tamanho do texto, mas dê um desconto é o último episódio afinal de contas. 🙂

Dark Jefferson

Se alguém ainda tinha dúvidas de que o professor Jefferson não vale nada agora não tem mais, o homem usou o Nathan aproveitando do estado mental do garoto para financiar seus atos doentes, depois ele matou o garoto e planejou colocar a culpa da morte de Chloe no menino.

Nas minhas escolhas a Victoria aparentemente não foi assassinada, já que eu não alertei ela apropriadamente sobre o Nathan no episódio 4, se você alertou ela, Victoria vai ao encontro de Jefferson que a captura e logo em seguida mata ela.

Como imaginado, Max tenta voltar no tempo usando fotos, agora chega uma parte um tanto quanto crítica na gameplay onde você tem que focalizar a imagem para que Max retorne ao tempo.

Dark Jefferson

Como focalizar as fotos

O objetivo é deixar a foto nítida, se você tiver na versão PC deverá usar as teclas A e D para mudar a nitidez, porém você também tem que usar o botão direito e esquerdo do mouse, quando eu tentei somente com as teclas era mais difícil, para facilitar você pode clicar nas teclas e quando perceber um feixe branco de luz na foto comece a usar os botões para encontrar o momento certo.

Foto que Jefferson tirou de Max life is strange
Foto que Jefferson tirou de Max em Life Is Strange.

As vezes você consegue somente usando as teclas A, D e botões do mouse para voltar no tempo, mas em outras você notará que poderá usar o foco automático segurando a tecla de espaço, você vai saber quando fazer isso se a mensagem aparecer logo acima da tela.

No meio do caminho havia um tornado

A atitude de Max quando retorna no primeiro episódio através da foto tirada na aula de Jefferson foi incrível, ela confortou Kate, jogou indiretas ao professor e disse umas verdades para a Victoria. Infelizmente, denunciar Nathan e Jefferson realmente fez com que Chloe permanecesse viva, porém não evitou que o tornado fosse criado, Max até mesmo chegou a ganhar o concurso de fotos, mas ela descobre que Chloe morre quando o tornado aparece na cidade.

Max na galeria de arte

Max imagina que pode salvar Chloe se ela estiver em Arcadia Bay e não em São Francisco no momento do tornado, ela então volta no tempo e rasga a foto que a fez ganhar a competição, mas isso não resolve já que Jefferson de alguma forma encontrou a foto e enviou para o concurso, agora Max está de novo no Dark Room (Sala escura) presa, o professor com raiva pelo fato dela não ter enviado a foto queima todas as fotos que Max havia tirado.

Como matar o professor Jefferson

Quando não havia mais esperanças, David aparece para salvar Max, ela o ajuda a capturar Jefferson usando seus poderes. Se você, assim como eu, ficou com muita raiva de Jefferson há uma forma de matá-lo pelo menos por um momento. Para ver o vilão morto, conte a verdade sobre o que aconteceu com a Chloe que o David vai matar o Jefferson.

Jefferson de life is strange morto

Max encontra uma última alternativa para voltar no tempo e reparar tudo isso e assim como muitos imaginavam ela pretende usar a foto que havia tirado com o Warren no episódio 4, no caminho ao encontro de Warren, Max encontra uma mensagem deixada por Nathan que pedia desculpa e tentava avisar sobre ela e Chloe estarem em perigo perto de Jefferson.

Realmente eu não me enganei a respeito de Nathan, ele pode sim ter feito muitas maldades, mas o Jefferson o manipulou até que ele chegasse a esse ponto.

Bônus: Salvando Alyssa novamente

Antes de se encontrar com Warren você verá que o tornado está chegando na cidade, mas você tem a chance de salvar algumas vidas incluindo, claro, a vida de Alyssa, para salvá-la encontre o prédio onde ela está presa e use uma tábua de madeira para que ela consiga sair do prédio.

Um episódio de Life is Strange onde a Max não salva a Alyssa não é um episódio legítimo de Life is Strange.

Se você parar para refletir, Max irá nesse momento pegar a foto com Warren e voltar no tempo, então essa realidade que ela está vivendo deixaria de existir, será que importa salvar essas pessoas? Adianta matar ter matado o Jefferson? Max está prestes a encontrar as respostas para essas perguntas, mas neste momento eu achei estranho não salvar essas pessoas, mesmo sabendo que ela voltaria para mudar tudo.

Tragicamente a mendiga está morta na versão da minha história já que eu não a alertei do tornado no episódio 3. 🙁

salvando Alyssa pela última vez

Como salvar o homem preso na loja?

Após salvar outras pessoas, encontrei dentro de uma loja em chamas um homem em estado de choque que não conseguia se mexer, a única forma de Max chegar no seu destino é atravessar essa loja, mas para isso ela teria que ligar uma caixa de energia para apagar o fogo, mas fazer isso mata o pobre homem.

Para salvá-lo você deve matá-lo ao ligar a energia, apagar o fogo, entrar na sala onde ele está e voltar no tempo, agora que ele está vivo alerte-o e ligue a caixa de energia novamente.

max e warren

Se na sua jogada Frank também estiver vivo, você terá a chance de conversar com ele sobre Rachel que sem dúvidas já morreu. Você também pode falar com a mãe da Chloe a respeito do quanto se arrepende por ter desconfiado de David e como ele a salvou no final.

Inesperadamente Max conta a Warren sobre seus poderes, ele não duvida em nenhum momento e a deseja boa sorte, você pode escolher se ela vai ou não beijar o Warren antes de voltar no tempo.

De volta ao momento da festa, Max tem que convencer Chloe de desistir de procurar Nathan, a tarefa não é fácil, para convencê-la eu contei a verdade sobre o que aconteceu quando ela voltou no passado e tentou evitar a morte do pai da amiga e que nada deu certo no final.

chloe, max e o tornado

E finalmente Max consegue alertar Chloe sobre o tornado a tempo de salvá-la, mas o uso constante de seus poderes faz ela desmaiar e entrar em contato com seu subconsciente, é aí que o episódio fica interessante.

Tudo ao redor de Max parece ser de outro mundo, distorcido, em certo momento ela está em um lugar e logo depois está em outro.

Como sair do corredor estilo .P.T.

Não é que o corredor do escola tenha uma foto da Dilma do PT, mas sim que ele parece com o teaser jogável conhecido como .P.T. do jogo Silent Hills que foi cancelado nesse ano, onde você entra em uma porta e sai no mesmo lugar.

Para sair do corredor você tem que realizar algumas tarefas, primeiro pegue as chaves na mesa localizada na parte direita do corredor. Ela é a chave do quarto 218, abra este quarto, você agora estará com aquelas roupas da Rachel usada em outros episódios, olhe no mapa localizado na parede para saber onde é o quarto da Rachel e entre nele, após isso você será a Victoria, encontre o quarto dela no mapa e entre nele, por último você deve entrar no quarto da Max.

corredor episodio 5 life is strangeUma parte interessante é que ela retorna para a primeira cena do jogo, mas toda cena está ao contrário, como se a cena estivesse de trás pra frente, todas as palavras estão escritas ao contrário, inclusive todas as falas e até mesmo a música do ambiente.

Após Max passar despercebida pela versão malvada dos personagens principais da história e alcançar um farol, ela recebe algumas mensagens bem sinistras, para acessá-las vá até o menu (clique na tecla tab na versão PC) e clique em SMS.

delírios de max no último episódioDepois Max começa a receber ataques psicológicos de versões muito distorcidas de Chloe e outras pessoas.

Como abrir a porta do banheiro

Max estará presa em um banheiro e estranhamente há uma fechadura com combinação de números igual a aquela da Dark Room. Para achar a combinação você deve primeiramente tentar inserir a senha, após isso irá aparecer por todos os cantos um monte de números diferentes, olhe no espelho e procure pelo único número que é refletido, é só inverter e usá-lo como o código que desbloqueia a porta: 0311.

combinação porta banheiro life is strange

Várias dimensões

De repente Max está no restaurante onde a mãe de Chloe trabalha e os personagens do jogo estão lá, muitas das versões que Max deixou para trás após viajar no tempo. Imagine o seguinte: toda vez que Max volta no tempo e o altera, uma dimensão ou realidade é deixada de lado e uma nova é criada, agora se esforce um pouco mais para imaginar se todas essas realidades realmente tivesse existido e todos estão cientes do que Max havia feito.

Para a sorte de Max tudo isso não passou de um pesadelo terrível que teve após desmaiar, ela finalmente acorda e percebe que na verdade ela provocou todas os problemas ambientais e por último o tornado no momento em que ela resolveu usar os poderes dela pela primeira vez.

max no bar com todos os personagensÉ nesse momento que uma bomba é jogada em cima de mim quando uma pergunta é feita onde eu teria 2 escolhas: Deixar Chloe morrer ou deixar o tornado destruir a cidade.

Vamos analisar as opções, se Max escolher não salvar Chloe e deixar de usar seus poderes, o tornado e todas as consequências mostradas no jogo não aconteceriam, mas Chloe morreria, por outro lado eu tenho a chance de deixar as coisas como estão e salvar Chloe, porém várias pessoas morreriam devido ao tornado que a Max criou.

cena da ultima escolha de life is strange

Eu achei muito estranho a Max sacrificar a vida de centenas de pessoas para salvar Chloe, até a própria Chloe disse que este é destino dela, além de trair o desejo da amiga, Max estaria matando várias pessoas e quem sabe até mesmo os seus familiares e os da Chloe, como as duas poderiam viver com isso nas costas? Eu escolhi sacrificar a Chloe.

Os animais

O mais legal é que a foto da borboleta azul, acredito que foi a primeira a ser tirada no jogo, foi justamente a que possibilitou que Max reparasse essa tragédia do efeito borboleta causado pela alteração do tempo. Muitos animais apareceram nesse episódio, o cervo, o esquilo, pássaros e entre outros. Algo bacana nesse jogo é que apesar do final não ter explicado a presença dos animais diretamente, indiretamente você meio que entende o papel deles e o que cada um representa na história, não há grande segredos, mexer com o tempo provoca uma reação direta na natureza e por sorte Max conseguiu uma forma de reverter tudo e aceitar a morte.

enterro de chloe em life is strangeE o terceiro final?

Eu vi como seria o final se Max escolhesse sacrificar a cidade, achei bem sem graça e com menas emoção do que o final ao sacrificar Chloe. Não mostrou exatamente quem morreu e foi muito curto.

Se eu fosse a autora da história eu incluiria um terceiro final, não porque eu gostaria de ter um final mais feliz, tudo mundo gosta de finais felizes, certo? Mas o terceiro final que imagino está longe de ser feliz e acredito que está bem ao alcance das possibilidades do jogo.

episódio final de life is strange opinioes

A terceira escolha seria Max se sacrificar, se ela voltar no tempo em que Chloe é atacada no banheiro e ela morresse no lugar de Chloe, ela iria salvar a amiga e todas as pessoas da cidade, se Max ama tanto a amiga e as pessoas da cidade será que essa possibilidade nunca iria passar pela cabeça dela? Cruel? Talvez,mas somente o fato de deixar os jogadores imaginando como devem se responsabilizar por seus atos já é bem interessante para incluir no jogo.

E você o que achou do episódio final do jogo? Qual seria a terceira opção para o final da história que você imaginou? Final feliz? Final UFO? O meu final cruel? Deixe nos comentários abaixo sua opinião.

Não se esqueça também de curtir a Fã Page do site e se inscrever no canal do Youtube.

PS: Você também se aborreceu e ao mesmo tempo achou engraçado o fato de que os personagem começavam a frase: “Life is…” e terminavam com algo diferente de “Strange”?

85 Comentários (Os comentários são aprovados manualmente pela admin do site e por isso não aparecem de imediato)

  1. Eu vi muitas pessoas reclamando dos finais eu adorei só não gostei do fato de ter poucos finais mas os que tiveram foram ótimos, o que me deixou triste é que achei que iria ver a Rachel antes do final, não uma foto mas ela na mente da Max seria bom.
    O corredor foi a parte mais estranha me senti mau nele, de momento ate recusei em fazer ele não era medo mas aquele corredor estava muito carregado com coisas tristes.
    Ver a Kate , eu não salvei ela então ver ela daquele jeito me deixou culpado.
    Nota para o ep: 9.0
    Pq 9, o final poderia ter mais opções, e poderia ser um pouco maior já que é o ultimo capitulo.

    Para o jogo como um todo.

    Nota do jogo: 9.5

    Prós:
    Ótima historia , trilha sonora , game play simples. dublagem dos atores , lindos cenários e estrategia de Eps perfeita para esse jogo. acredito que foi o carro chefe ter feito em Eps.

    Contra: Sem legenda Brasileira , difícil de entender a historia para quem não tem um certo domínio no inglês. poderia ter mais finais.

    Quanto a sua teoria ela é boa mas acredito que a verdade iria morrer com a Max e acho que quando vc deixa a Chloe morrer Max faz de tudo para ajudar a encontrar os responsáveis.
    Mas seria uma boa para um final triste Max morre e a verdade junto com ela Jefferson se salva Nathan , e Chloe nunca descobre o que aconteceu com Rachel e no final esta ela na Dark Room.

    um final triste , acho que seria mais triste do que a morte da Chloe.

    Única coisa diferente do meu safe foi a escolha final.

    Eu fiquei do lado da Chloe o jogo inteiro por mais que queria ver o outro final eu escolhi ela não achei justo escolher a cidade depois de tudo isso.

    Eu gostaria de uma continuação e acredito que tenha como fazer usando a Max. não sei se você notou mas em nenhum momento diz que ela deixou de ter os poderes quem sabe uma continuação em outro momento da vida dela.

    • Olá Mauro, é verdade… se a Max morrer a verdade sobre o Jefferson e Rachel morre junto (se bem que já que David vai prender Nathan pela morte de Chloe conforme mostra nas fotos do final então ele poderia descobrir a ligação dele com o Jefferson e também sobre a Rachel), hum então talvez ela deveria denunciar tudo para o David antes de se sacrificar para garantir. Seria muito bom uma continuação, mas teria que ser por um motivo bem forte para a Max decidir usar os poderes novamente principalmente depois de ver o que acontece. Eu prefiro que se forem fazer um Life is Strange novo deveria ser com outros personagens e um personagem principal e história bem diferente pra não ficar tão previsível ou repetitivo. Eu concordo com sua nota para o jogo, realmente eu daria nota mil para a história se fosse possível, já que acabou talvez eu faça uma análise completa do jogo sem spoilers para quem ainda não sabe se joga ou nao o game… não sei.

    • Sim a max não deixa de ter os poderes, porque no jogo mesmo diz que quando ela viaja no tempo tudo muda, menos ela. É igual a quando você tentou salvar o pai “real” da chloe, lá mesmo quando criança e “nunca presenciado a morte” (entre aspas pois após viajar vc ja havia presenciado a morte..) da chloe você mesmo assim tinha os poderes.

  2. Gostei muito dos finais, mas ainda achei o que a Chloe fica viva mais “justo”, porque o jogo INTEIRO nós voltamos no tempo pela Chloe, principalmente nesse último episódio. A Max ainda viveu tudo aquilo se ela é sacrificada, continua sabendo de tudo e não pode contar pra ninguém. No que a Chloe fica viva, as coisas parecem mais justas para a Max, a mente dela e tudo que ela passou (sim, egoísta, mas é o que a Max é na maior parte do jogo) e para tudo o que aconteceu na ‘realidade principal’, tudo que foi descoberto e tudo o que aconteceu com os personagens. Porém é muito, muito menos emocionante que o final mais triste para a Max, Joyce, David (e até para Frank), no (triste) enterro da Chloe.
    Realmente queria que tivesse um final menos triste, o ideal, para mim, seria aquele em que a Max ganha o concurso, fala do Jeff pro David e tal, mas acrescentando: que avisasse a cidade sobre o tornado para que pelo menos alguns sobrevivessem (nem que fosse só Chloe, Max e Warren).
    Achei os finais (na verdade, o jogo todo) muito ‘duros’ para a Max, principalmente por causa daquele terrível pesadelo que ela teve, foi tudo muito horrível e assustador e creepy. Esse episódio estava mesmo, muito doentio.

    Queria muito que a Max pudesse falar com o Samuel ou a prof. de ciências nesse episódio e também que a Alyssa ajudasse a Max alguma vez (ou implicasse com ela, durante o pesadelo) e que tivesse alguma boa revelação, do tipo, a gente pudesse descobrir de onde vieram os poderes da Max.

    Em geral, o jogo todo foi ótimo, principalmente o quarto episódio. História SUPER bem elaborada, boa trilha sonora, cenário lindo e temas super bem retratados, mesmo que nem todas as escolhas fizessem a grande diferença, o jogo conseguiu passar o que queria.

    Na próxima temporada, espero que (não demore pra chegar e que) a gente encontre bastante easter-eggs, mesmo que há a possibilidade de a próxima história não estar ligada à esta.
    Como sempre, ótimo texto, Bruna!

    • Olá, obrigada pelo comentário, acho que vou sentir saudades do jogo, eu entendo sua preferência de final eu acho também muito cruel o que acontece com Max e eu também hesitei um pouco antes de escolher o sacrifício de Chloe, se fosse ter uma sequencia com os mesmos personagens acredito que a Chloe não estaria na história já que o jogo tem dois finais e em um deles ela está morta, ficaria estranho ela aparecer viva para quem escolheu sacrificar ela, a não ser que Max voltasse no tempo, mas acredito que ela aprendeu a lição e não voltará mais não.

  3. Eu realmente amei o jogo e o último episódio foi sensacional, mas só senti falta de 4 coisas: uma explicação de onde vieram os poderes da Max, uma súbita aparição ou ligação com a Rachel, no final em que a Chloe é sacrificada deveria tornar ela e Warren um casal (caso a escolha do jogador fosse beijá-lo antes de partir) e, principalmente, a promessa dos produtores do último episódio ter “vários finais, de acordo com suas escolhas”; esses furos no roteiro foram bem desanimadores, mas não tiraram toda a mágica do jogo inteiro! Tomara que tenha uma segunda temporada!!

    • Olá Oliver, eu também achei que faltou muita coisa no episódio, se bem que minhas expectativas não estavam tão altas assim depois que a desenvolvedora disse que o epi 4 seria o mais ambicioso da série, nesse momento eu pensei que o último episódio não seria tão interessante quanto o episódio 4.

  4. tem uma teoria do gameblast sobre a mendinga que tem um texto a seguir:

    Um ciclo sem fim

    Depois de tanto discutir as diversas maneiras de salvar a cidade e tantos outros personagens, resta a dúvida: o que ocorrerá com Max?

    Uma grande base de fãs discute a teoria de a mendiga que vive atrás do restaurante Two Whales ser Maxine, presa em diversos tempos por conta de seus poderes. Além de ela parecer saber dos poderes da garota e entender muito sobre a cidade, ela diz estar viva há mais de mil anos e gosta dos mesmos cereais. Não podemos esquecer, também, das formigas em formato de furacão, no chão ao seu lado.

    Há também quem acredite que o jogo entrará em um ciclo infinito, com Max voltando para o começo do jogo, acordando de um sonho durante a aula de fotografia. Apesar de parecer clichê e um pouco triste, é uma possibilidade não tão difícil de ocorrer. Isso acarretaria em Max vivendo o resto de sua vida viajando entre as fotos, tentando construir uma vida perfeita — descobrindo que isso é impossível.

    gostei muito do texto bruna rs

    • Nossa eu não tinha visto essa teoria de que a mendiga fosse a Max, é interessante mas eu acharia mais provável que fosse uma mulher que teria adquerido os mesmos poderes que a Max, e que por alguma rasão acabou se ”perdendo”, realmente acharia interessante um final em que a Max ficasse presa, em um ciclo sem fim, estilo a parte do corredor ou mesmo como vc colocou com ela acordando do sonho na aula, e eu realmente acho que eles deveriam ter colocado um final em que a Max teria se dado mal, no caso morresse msm, seria meio melancólico mas acredito que seria um final bem interessante.
      ha e eu optei por sacrifica a cidade msm.

    • Olá valeu por ter lido, ah eu lembro dessa teoria da mendiga, na minha história a pobre mendiga morreu em uma das realidades porque eu não avisei ela do tornado, mas na outra foi salva já que o tornado não atingiu a cidade. Fico pensando se isso for verdade então o corpo da Max deveria envelhecer mesmo depois de voltar no tempo, isso é meio estranho já que ela volta para o dia em que o pai da Chloe morre e está mais jovem, bom talvez o efeito de mexer com a composição do corpo de Max somente aconteça se ela voltar através de uma foto… mas mesmo assim acho difícil ela voltar tanto sem o auxílio de uma foto.

  5. Vou transcrever aqui meu comentario sobre o episodio 4 quando eu terminei.

    “Ta na claro pra mim que o destino da Chloe é ficar morta, ela ja morreu varias vezes e ja ate ficou tetraplégica, entao eu acho que no fim o certo é ela ficar morta, porque esse tipo de historia ja é sabido que se mudar os acontecimentos originais sempre da merda depois, vide os filmes efeito borboleta, o filme do flash paradoxo, entre outros, acho que no final a Max vai voltar pro começo do episodio 1, ela acordando na sala de aula e la no banheiro ela deixando a Chole morrer.”

    Escrevi isso no dia 15 de agosto, e foi o que realmente aconteceu kkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Pra mim poderia haver mais 2 finais:

    1- O final que você disse onde max se sacrifica e nathan mata ela. Acredito que mesmo se isso acontecer o Jefferson se fode, pq o nathan seria preso e a família prescotts seria investigada e consequentemente facilitaria mt a vida da chloe na investigação. Daria até pra fazer um episódio extra, só que agora vc controla chloe na investigação.

    2- Nesse final a max não aceita a morte de chloe e nem a destruição de arcadia bay. Então ela passa a vida toda voltando no tempo e salvando a chloe, e sempre quando a cidade está prestes a ser destruida ela volta pro início do jogo dnovo e dnovo, só pra vivenciar todos aqueles momentos com chloe novamente. Seria algo semelhante a mirai nikki.

    Os 2 finais ainda continuam tristes. No 1 max morre e no 2 enlouquece de tanto voltar pro início de tudo.

    Aquela velha que o juan falou não pode ser a max, pq sabemos que quando se volta no tempo não se cria um “clone” seu do passado. Além do mais, se a max ficasse voltando eternamente no tempo ela não iria envelhecer.

    • Olá Johan, muito legal os finais, eu daria um update nesse seu final 2 dizendo que quanto mais a Max volta no tempo, mais ela muda o ambiente e mais tragédias cria, tanto que se alastra por todo o planeta, nossa agora eu pensei em como seria o Life is Strange 2 se o final fosse somente esse número 2, outra pessoa com poderes iria tentar voltar no tempo para impedir que Max faça isso e destrua o mundo. E sobre a mendiga eu concordo e não acho plausível que ela seja a Max, mesmo achando que seria uma história interessante também.

  7. Eu refleti muito sobre os finais.
    Sacrifiquei a chloe no início, mas o final foi tão triste que não aguentei e voltei tudo dnovo pra sacrificar a cidade. Achei esse final bem melhor que o de sacrificar a chloe. A max jamais irá encontrar um amor tão grande igual ela encontrou na chloe.

    E o pior de tudo eh que a chloe morre sem nem ao menos saber dos momentos legais que passou junta com sua melhor amiga, e a max é obrigada a carregar todas essas memórias com ela… memórias de momentos que nunca chegaram a existir…
    Ela não poderá contar pra ng, irá guardar toda essa dor e saudade somente pra ela. É um final muito mais trágico que o de sacrificar a cidade, mesmo que centenas de pessoas tenham morrido ali!
    Alias, desde quando a chloe morrer fazia parte do destino dela? Se a max recebeu esses poderes foi por um bom motivo. Talvez o verdadeiro destino da chloe sempre foi sobreviver e a cidade ser destruída, caso contrário a max não teria recebido esses poderes.

    • O mais interessante é isso, são os dois lados da moeda, não dá para se ter tudo na vida, a verdade é que eu esperava que Life is Strange não teria nenhum final feliz não pq eu odeio os personagens eu adoro eles, se os autores resolvessem simplesmente dar um final feliz eu não ficaria satisfeita e seria uma decepção, talvez o jogo deveria se chamar Life is Cruel

      • observei suas respostas a todos comentários e devo dizer você esta errada, a base da Max e que ela nunca desistiria da chloe, eu sei que você pensa que muitos valem mais do que um, entretanto a Max não pensa dessa forma.

        • Olá Humberto, você levantou uma questão importante que eu não falei a respeito, eu acredito que o jogo permite que cada um de nós crie sua própria versão da Max, quando os criadores avisaram que o jogo teria múltiplos finais acho que querem dizer que não há somente uma história verdadeira e é o jogador que cria a própria história, tecnicamente foram 2 finais, mas por outro lado eu acho que foram mais de 2, para alguns a Max teve um romance com Chloe, mas entendeu que o sacrifício dela era importante (final onde as duas se beijam antes dela voltar no tempo), para outros ela deixou a tudo e a todos para proteger a amada Chloe e realmente não a sacrificou (final onde ela escolhe sacrificar a cidade), tem também a Max que se importa muito com sua amiga Chloe e resolveu parar de brincar com o tempo e encarar as consequências de seus atos ao finalmente aceitar coisas que ela não goste como o tornado destruir a cidade (final onde ela não sacrifica Chloe e para de usar os poderes), tem também o final da Max que considera Chloe sua melhor amiga e atende ao desejo dela de sacrificá-la para salvar mais pessoas, afinal foi um pedido dela (pessoas que escolheram desligar os aparelhos de Chloe em uma das versões e de sacrificá-la no final), tem também a Max que gosta do Warren e a Max que não necessariamente ficou com ninguém no final, tem a Max egoísta que nunca moveu uma palha para ajudar ninguém durante todo o jogo e muitas outras. Eu não acredito que nenhuma das versões da Max seja falsa, a verdadeira é aquela que agente escolhe, mas a que agente escolhe não invalida a que os outros escolheram.

          • Falou tudo. Todas as max são verdadeiras. Joguei o game mais vezes e com diferentes escolhas e cheguei a mais conclusões

            – A max se sacrificar seria mais trágico ainda digamos assim. O tornado iria acontecer do mesmo jeito e todo mundo iria morrer. Ou seja, ng no jogo ia sobreviver heueheu
            Algumas pessoas não entenderam isso, mas oq causa o tornado não eh o rewind, mas a alteração do tempo. Se a max pulasse em cima do nathan e se matasse iria causar o tornado do mesmo jeito, pq ela alterou o passado. Se ela jogasse um balde na cabeça dele iria causar o tornado
            Pq ela alterou o passado. Qualquer ação sua que muda o passado ira causar anomalia no tempo.
            Só existem 2 finais pq não existe outra possibilidade realmente, e não pq os produtores tavam com preguiça.

            Eu só achei que a max deu mta burrada. Com todas as anomalias acontecendo e com a ctza de um tornado eminente, ela facilmente poderia convencer o prefeito da cidade em um plano de evacuação a toda população. Ela poderia mostrar seu poder como mostrou pra chloe a uma autoridade.
            Ela poderia ao menos ter mostrado para seus amigos. Até mesmo pra Vitória e falasse do desastre que tava pra acontecer. Com ctz eles tomariam providências.
            Além do mais, eu não sei pq ela não levou as pessoas do restaurante com ela para o farol, se ela foi com a chloe caminhando. Se ela sabia de um lugar seguro deveria ter falado.

            – Acredito que mta gente sobreviveu a tempestade se vc sacrificar a cidade. Uma vez que em documentos dos prescotts vc verá que arcadia bay eh cheia de bankers por razões desconhecidas criado por eles.

          • Olá Johan, eu acho que a Max deu uma relaxada nesse lance de não contar pra ninguém sobre o tornado porque ela pensava que poderia voltar no tempo e resolver tudo, eu gostei de ver que a consciência dela pesou bastante no momento em que ela estava naquele mundo dos pesadelos ou sei quê lá quando a outra Max fala sobre as realidades que ela deixou para trás quando escolheu alterar o tempo.

    • Eu , na minha opiniao, de uma forma ou outra sabe, pq pra mim o significado do veado e o willian pai da chole guiando ela e a borboleta por fim das contas deu a entender no meu ponto de vista que era a propria chloe!

      .enfim virei com os dois finais, consegui salvar a kate, como tbm deixei ela pular, e meu ponto de vista sobre esse jogo e que ele e simplesmente foda, eu amei e chorei muito com a morte da chloe, mas e um jogo perfeito

    • Pra começar não e uma coisa apenas,se a Max do seu jogo não se apaixonou pela Chloe,você tem que jogar tudo de novo,o jogo inteiro….afinal a Max se apaixona pela Chloe aos poucos,assim também com o Warren,são suas escolhas ao decorrer de todo o jogo que decidem por quem a Max se apaixona….Nao adianta escolher somente não beijar o Warren,por que essa opcao aparece somente quando a Max se apaixonou pelo Warren,caso ela não goste dele ou goste da Chloe essa opção não aparece. Quando você recomeçar o jogo deixe bem claro por meio de suas ações que a Max ama a Chloe,que o relacionamento vai evoluir para o amor.
      espero ter ajudado 🙂

    • Olá Lucas, nossa seria o máximo, imagina só, nesse jogo a Rachel iria ter os poderes de voltar no tempo e tals e nele iria explicar como ela os adquiriu e no final do jogo ela encontraria uma forma de consertar todos os erros sacrificando a vida (ela deixaria ser morta pra evitar uma tragédia maior) e ainda isso teria a ver com fato dos poderes dela passarem para a Max, ia ficar legal e preencheria algumas peças não reveladas do quebra-cabeça da história do primeiro jogo.

  8. Olá!
    Bem, já havia comentado no seu post do ep4 e quando saiu o ep5 já fui procurando se você já tinha feito alguma ”review” deste ep, já que gostei muito do seu site ^^

    Bem, já joguei o episodio todo e me decepcionei um pouquinho pois queria saber o motivo dos poderes da Max.
    E QUEM EU SHIPPO É REAL! (pelo menos no meu jogo, beijei Warren)
    E o Samuel? Ele mal aparece, só no pesadelo.
    E o Tobanga? Também apenas no pesadelo.
    E os Prescotts? Eu achei que realmente tinha algo de maligno nessa família, mas no fim, não falou NADA!

    Eu acho que o pesadelo foi legal… Mas sinto como se os produtores não soubessem o que colocar pra deixar o ep. mais longo, e fizeram isso pra encher a linguiça.

    Quantos aos finais, acho melhor e escolhi O DE SACRIFICAR A….

    CHLOE

    A Chloe vem morrendo o jogo todo, e sinto como se esse fosse o seu destino, alé do mais quando a sacrificamos, vemos como o tempo está lindo, nenhum sinal de tornado, baleias encalhadas, neve, eclipse, luas, NEM NADA. Foi triste, MAS FOI O CERTO!

    SEM FALAR QUE É PURA EGOÍSMO MATAR CENTENAS DE PESSOAS POR UMA (MESMO QUE ESTA SEJA ESPECIAL)

    Sem falar de que a Chloe pode morrer de novo, se esse for o destino dela mesmo.

    Fiquei feliz quando vi que você ( que gostei muito do seu site, já disse ) uma pessoa que parece realmente com o coração escolheu sacrificar a Chloe! 😉

    BEIJOS!

    • Olá Bianca, fico muito feliz por você ter gostado do site, falando em histórias não explicadas, o Lucas no comentário anterior sugeriu que o próximo jogo poderia ser sobre a Rachel, eu achei que seria uma ótima oportunidade pra eles fazerem outro jogo e revelar a origem dos poderes da Max e o mistério de Samuel e de Tobanga. Já eu não achei que a desenvolvedora teve muito espaço pra explicar tudo no último episódio, parece que eles estavam lutando contra o tempo pra poder entregar rápido, sei lá, hehehe. Nossa eu acho incrível histórias que fazem agente refletir, o que seria o bem e o mal? qual seria a escolha “certa”? E pra mim foi realmente um jogo com múltiplas conclusões, onde há diversas versões dos personagens principais e o que realmente aconteceu com eles.

  9. O final com a morte de Chloe é extremamente cruel mesmo para Max, como comentou ali acima o Johan Liebert. Mas eu ainda acho (e concordo com a Bruna) que deveríamos ter ao menos uma opção para a Max se sacrificar. Teria muito mais sentido e seria um fim com muito mais significados, até porque ela diz a todo instante no diálogo final com Chloe que se sente culpada por tudo o que está acontecendo na cidade. Talvez os criadores do jogo tenham ficado com receio de fazer a personagem ativa no jogo ter oportunidade de se matar, mas para mim seria um final tão (ou mais) bonito quanto o fim com a morte de Chloe.

    • Pois é eu não sei porque eles não deixaram essa opção, talvez tenha a ver com a personalidade de Max que não seria capaz disso? Acho improvável. Ou quem sabe eles queriam deixar no ar o sentimento de que poderia continuar em outro jogo a história da Max?

  10. Eu sou homem e admito que chorei igual um bebê no final que a Max sacrifica a Chloe, o que mais me deixou triste foi que eu percebi que a Chloe morreu sem ter aquela semana de diversão e felicidade com a Max, ela basicamente morreu se sentindo sozinha e pensando que todos a deixaram durante a sua vida(quando percebi isso meu coração ficou destruído e eu inundei a casa com lágrimas).Esse final pode deixar alguém em depressão se a pessoa analisar demais(vai levar um bom tempo pra mim superar esse final).

    • hum, é bem triste, mas tente pensar o seguinte, e se a Chloe teve acesso a essas memórias perdidas depois de morrer? é uma possibilidade e talvez esse seria um pequeno prêmio pela bravura que ela teve ao pedir pra Max que a sacrifique pelo bem de todos.

  11. é bem triste, não importa o final, mas o que mais me preocupou foi o fato de terem falado a respeito da teoria das cordas e reforçado sobre as linhas de tempo, pois é possível que ela não viaje em si, mas apenas sua consciência tanto que ela diz para a amiga contar sobre o salto no tempo lá para o final do jogo pois ele não iria se lembrar. então toda vez que viaja você assume o corpo de max da quela versão deixando a anterior a merce das merdas feitas. o anime stain Gate pode ajudar a entender como funciona.

    • Olá M Wagner, o que acho estranho é que quando ela volta em um tempo próximo, o corpo dela também muda de lugar, lembra da vez em que ela teve que passar pelo diretor pra sair? E no epi 5 quando ela teve que apagar o fogo entrar e voltar no tempo para salvar o moço da loja. A viajem de somente mente ou memórias somente acontece quando ela focaliza em uma foto e volta a muito tempo atrás.

  12. Life is Strange foi um jogo fantástico! Entretanto, duas coisas nele me frustaram e muito:
    1. O jogo nos apresentou uma história complexa e curiosa. Tanto a parte que envolve os poderes de Max quanto o desaparecimento misterioso de Rachel, tudo deixava o jogador imensamente interessado por uma explicação/resposta. ACONTECE QUE: nada sobre os poderes foi explicado. E achei a resolução do caso de Rachel Amber muito… sem graça, para os padrões de Life is Strange, que sempre buscou surpreender os jogadores. Estava esperando grandes reviravoltas no episódio 5, mas ele acabou lidando mais com as emoções de Max e a loucura criada em sua mente depois do uso excessivo dos poderes. Não foi tão “ousado” como o episódio 4 ou até mesmo o 2, que foi onde senti que nossas escolhas foram levadas mais a sério (na cena do suicídio de Kate).
    2. AS ESCOLHAS. AH… As escolhas. Já no início do gameplay somos avisados: suas escolhas afetarão o passado, o presente e o futuro. Realmente, não senti isso. No final, podemos dizer que “deu no mesmo”. Os produtores pareciam nos prometer variados finais e possibilidades, algo que seria inovador entre os jogos do gênero… mas não aconteceu. Uma pena. Senti que minha preocupação diante de certas escolhas prévias foi em vão.
    Excelente matéria! Espero que ainda não seja tarde demais para falar um pouquinho sobre Life is Strange haha

    • Olá Ana, eu concordo com você, achei que faltou esclarecer muita coisa, mas eu espero que eles façam um Life is Strange 2 pra nos explicar a origem dos poderes. Eu também fiquei triste com relação a algumas escolhas que não influenciavam muito e realmente ta faltando um jogo que faça você realmente mudar o caminho da história de acordo com suas escolhas. Ah e nunca é tarde demais pra falar sobre Life is Strange eu falo/escrevo sobre jogos que tem mais de 20 anos e não me canso, hehe.

  13. Gente, sério, não tem possibilidade do terceiro final acontecer assim. *cry* Vou tentar explicar cientificamente o motivo, tentem acompanhar meu raciocínio.
    > Existem teoricamente duas linhas principais envolvendo o tempo. Vamos chamá-las de linha A e linha B, sendo a linha A a linha principal e a certa, a que nós ficamos sem qualquer alterações CONSCIENTES (porque, afinal de contas, todas as nossas escolhas alteram o tempo, mas por serem escolhas INCONSCIENTES elas apenas mudam as sub-linhas (é como se uma linha fosse como uma corda, que é formada por um emaranhado de cordas mais finas), desse jeito apenas mudamos de sub-linhas dentro da linha principal. A partir do momento em que se toma conhecimento sobre um evento e se escolhe embasado na consequência natural daquele evento, somos relocados para a linha B, a linha do caos. O único modo da Max salvar a Chloe e todos em Arcadia Bay sem alterar o tempo, sem ter que escolher entre linha A e B, é criar uma linha C! Mas o que é isso? Vamos lá.
    Entendam agora que a Max se dar conta dos seus poderes e começar a viajar no tempo foi um evento obrigatório no destino DELA, e isso não pode ser mutável, ela PRECISA disso. Mas a Max felizmente usa a mente para viajar, não o corpo. Quando ela muda de linha em linha, ela vai apenas com a mente, o corpo fic para trás naquela realidade. A única forma dela se fazer iniciar a viagem temporal e salvar a Chloe seria tendo uma forma de viajar com o corpo, fazendo assim a morte da Chloe parecer real para si mesma naquele tempo, o que não precisa ser necessariamente verdade se a bala na arma do Nathan for aquelas de paintball com tinta vermelha. Então aquela Max iria voltar no tempo para salvar a Chloe e a sua Max atual que forjou a morte iria ser levada para a realidade C, onde a Chloe está viva depois de parecer estar morta para a Max, o tornado não atinge Arcadia Bay e a Max viajou no tempo.
    Meio confuso? Na verdade não quando você analisa bem. Para qualquer dúvida eu realmente índico assistir o anime Steins;Gate, ele explica bem sobre essa linha C.
    Enfim, amo falar sobre viagem temporal, o jogo foi excelente, senti muitos feels 💔

    • Olá Bee, eu acho que me perdi no meio do raciocínio, hehe, mas eu entendi mais ou menos, vou ver se assisto esse anime parece q é bom assistir primeiro o Chäos;Head, eu também adoro histórias com viagens no tempo.

  14. Lembrei de um episodio do Doctor Who onde o Décimo Doutor (sim, do David Tennant) ficou preso em 1984(se não me engano) junto com a Martha Jones (companion dele) sem a TARDIS não conseguiriam voltar aonde estavam. talvez a Max volta-se no tempo numa época diferente e derrepente os poderes dela não fucionam e ela fica nessa época evelhecendo como uma mendiga rs

  15. Pra mim o final sacrificando a Chloe é bem sem sentido ja que ela teve o sonho com o tornado antes de salvar a Chloe, então ela voltaria no tempo mas o tornado ainda ia aparecer. Outra coisa que eu senti é que nos dois finais algo que nós fizemos se torna inutil, no caso de sacrificar a Chloe todas as vezes que salvamos ela foram em vão, no caso de sacrificar a cidade encontrar o culpado dos crimes com a Rachel e a menina crente que eu esqueci o nome é em vão pq todos morrem na cidade. Sei la eu gostei bastante do jogo mas não gostei do final e me deixou bem triste, talvez seja pq eu gosto de finais felizes.

    • Olá Bernardo, se realmente o tornado vai aparecer independente dela salvar ou não a Chloe acho que já dá um enredo legal pro Life is Strange 2 que poderia contar como ela tentará reverter o tornado, e talvez o final não tenha que ser tão triste assim, uma coisa que não gostei no final é que não esclareceu muitas coisas, 🙁 Eu também gosto de finais felizes.

  16. Nossa decepcionado aqui com esse jogo maravilhoso, eu entrei no site procurando uma maneira de passar aquele maldito corredor e encontro spoilers de como o jogo acaba (claro que sou muito curioso e tive que ler kkk) mais a minha maior decepção foi a falta de explicação de o porque esse tornado se originou nao faz sentido . vi muitas coisas relacionadas ao tempo e que se mudarmos uma pedra de lugar pode se causar um efeito domino la na frente catástrofes gigantescas acontecem.
    Mais no jogo não e dito o que ocorre para aquela tempestade/tornado aconteça fora que pelo que puder perceber parece q de qualquer jeito a tempestade acontece intao não faz sentido dizer que o poderes dela ocasionaram tudo aquilo.
    E fora a falta de explicação da origem dos poderes da Max.
    Agora estou muito recioso de completar esse jogo pensei que iriam explicar tudo isso.

  17. Eu deixei a Chloe morrer porque é o que deveria ter acontecido se a Max não voltasse no tempo. A Max não deveria voltar no tempo, isso é uma anomalia que gerou um tornado e só deus sabe o que mais (é possível que haja ainda mais anomalias no mundo além desse tornado, que gerem ainda mais destruição, quem pode saber?). Ao longo da história a Max vai percebendo que tudo o que ela faz tentando consertar as coisas apenas crias mais problemas (algo como a segunda lei da termodinâmica – o universo tende a partir de um estado mais organizado para o menos organizado, qualquer coisa que você faça gera mais caos, não mais organização), então no final ela percebe que o negócio é deixar de lado essa história de mexer no tempo e aceitar as coisas como elas têm que ser, por mais tristes que sejam. Ainda mais porque isso significa salva a vida de milhares de pessoas.

    Foi uma escolha muito foda. Eu fiquei uns minutos tentando achar um único motivo para salvar a Chloe, não queria que ela morresse, mas já sabia desde o começo que deixá-la morrer era a única opção racional. Chorei bastante, mas fiquei satisfeita.

    Achei a história do jogo bastante satisfatória, o quinto episódio é ótimo, apesar de o quarto ser melhor.

  18. Bom se olharem bem quando Max salva Chloe no começo ele não alterou em praticamente nada ela apenas teve uma certa previsão do que poderia acontecer certo. O tenso que há diversas teorias de alteração do passado é realmente muito difícil dizer qual é valida ou não, mas ok supondo que você salve a Chloe o furacão está vindo para devastar o lugar mas é estranho por que de alguma forma comparado a um tornado ele tem um tempo maior para se formar e é bem mais lento, e de certa forma mesmo o tempo estando bagunçado com neve no calor, eclipse, etc… Daria para ter um tempo para prever esse furacão e orientar os os moradores a se abrigar e talz, então esse furacão foi muito superficial na história.
    Eu fiz as duas escolhas de sacrificar Chloe e de sacrificar Arcadia blz, a de sacrificar a Chloe realmente foi foda e emocionou, mas a outra foi muito rápida explicou nada quem sobreviveu quem morreu oque poderia acontecer, acho legal a ideia desse seu terceiro final realmente ia ser bom inclui-lo para ver como poderia seria
    as tem um final alternativo para o de salvar a Chloe feito por fan que acho que vale apena olhar

      • Olá, na verdade é o mesmo vídeo só que o anterior estava numa lista. Legal o final, pelo menos explicaria um pouco mais do que aconteceu ao invés do original se a escolha for sacrificar a cidade e faz sentido a Max e Chloe ficarem juntas com o resultado desta escolha pois afinal de contas ela pôs em risco centenas de vidas, incluindo a dos pais, somente para salvar ela. Eu só achei um pouco lento o desenvolvimento do final, ficava muito tempo numa mesma cena, eu sei que é para o clima do final e etc com a música e tals, mas eu acabei passando pra frente as vezes, hehe. Dê uma olhada agora, eu atualizei com o vídeo certo no comentário passado, 🙂

        • Eu acabei de zerar esse jogo, felizmente joguei a versão de ps3 com legendas em português, deu pra entender a historia completa e QUE HISTORIA! Só achei uma pena mesmo não terem explicado como a Max conseguiu os poderes, ela até diz que meio que desejou isso subconscientemente e pelo jeito essa é a explicação, mesmo que não faça muito sentido. Eu pensei que teria algo a ver com o Samuel ou com o Tobanga, duas figuras bem estranhas em Blackwell e que são pouco exploradas no game. No começo achei que o sequestrador da Rachel seria o Samuel , visto que ele é muito estranho e tinha uma obsessão pela Rachel, fora aquelas peças de roupas da Rachel que ele tinha em sua sala, muito estranho… e pelo que eu me lembre isso também não foi explicado.

          Agora sobre os finais, vamos lá: Eu escolhi o final de sacrificar a Chloe, visto que essa é a escolha mais lógica. Não valeria a pena deixar A CIDADE INTEIRA MORRER só pra salvar a Chloe. Tá que a Max volta várias e várias vezes pra salvá-la, mas isso nunca deu certo, a Chloe sempre acaba morrendo de algum jeito. A Chloe ficar viva com a cidade destruida nao iria garantir que ela não fosse morrer posteriormente.

          Eu também pensei que teria essa opção da Max se matar, mas não daria muito certo, pq ela se matar numa realidade alternativa (a do tornado) não iria fazer o tornado parar, então meio que seria em vão. E se ela voltasse pra foto da borboleta e se matasse no banheiro, isso não iria garantir que o tornado não atacaria Arcadia Bay, visto que ela se matar já é considerado uma alteração na linha do tempo, então o tornado iria vir, mesmo ela morrendo (e tbm não teria sentido ela voltar no passado, deixar a Chloe morrer e se matar, seria em vão, só causaria mais desgraça, até pq o real motivo do tornado não é pq ela salva a Chloe, e sim pq ela altera a linha do tempo).

          Agora sobre Life Is Strange 2, seria realmente MUITO LOKO se fizessem essa versão da Rachel viajante do tempo, onde a gente jogasse com ela e ai sim explicasse como ela adquiriu os poderes, e podia ter uma explicação tbm de como ela os deu pra Max.. vai ver ela previa que a Chloe estaria em perigo, e sabendo que a Max era a melhor amiga dela, ela passaria o poder atraves de alguma foto que a Chloe esta junto com a Max, ou até mesmo deixasse no ar “quando a Chloe for atacada pelo Nathan, os meus poderes vão pra Max” (levando em conta que na realidade dela, ela teria a visão de que isso fosse acontecer, assim como a Max tem a visão do tornado). Enfim, são tantas possibilidades com esse jogo da Rachel que agora eu quero que ele exista pra eu poder jogar kkkk

          Minha nota final pro jogo é 9, só não dou 10 porque algumas coisas (ja discutidas aqui) ficaram sem explicação.

          • Olá Rody, legal sua escolha e interpretação do que aconteceu, eu também adorei o jogo, foi realmente marcante e tem que ter um segundo a altura do primeiro e mesmo que seja com outros personagens eu também acho que deveria explicar mais a origem dos poderes de alterar o tempo.

  19. Oi, eu não joguei mas vi youtubers jogando e queria saber se a Rachel morreu mesmo ou não dá para saber? você joga todos os jogos que você comenta aqui? se voce me responder vou ficar muito feliz <3

    • Olá Tainá, tudo indica que a Rachel morreu, não mostraram realmente o corpo dela, foi somente uma parte do que poderia ser as roupas dela enterradas, mas como o jogo acabou e mais nada foi dito a respeito, ficou parecendo que ela morreu sim. Todos os jogos que faço resumo como fiz para o Life is Strange eu jogo, mas quando eu vou contar a história do jogo ou fazer uma matéria que é só prévia, isso não é uma regra, alguns jogo até o fim, outros pela metade e outros assisto outras pessoas jogando (Alguns games são exclusivos para videogames que não tenho ou que meu PC não roda).

    • Oi Luana, essa é a parte chata desse final, eu achei muito curto, eles não mostram nada depois disso, agente nem fica sabendo direito se a Max realmente perdeu os poderes ou não e quem viveu ou não.

    • Olá Any, pois é, eu acho que a Max pensou que se ela voltasse de novo para salvar a Chloe, algo pior iria acontecer, tipo mais gente ia morrer e tals, quando ela viu a tragédia, ela começou a acreditar que foi ela que causou tudo isso e que somente iria parar se ela parasse de voltar no tempo.

  20. Amei demais esse jogo, e na real ele ensina e comprova mais uma vez para todos nós que cada um tem o livre arbítrio para fazer suas escolhas na vida e que cada escolha tem suas consequências, seus ganhos e suas perdas…e que se pudêssemos mudar as coisas de nada serviria pois sempre iriam vir a tomar rumos diferentes e imprevisíveis, por isso o melhor é aproveitar o máximo a vida que temos…viver intensamente e claro com responsabilidade e respeito a nossa vida e a dos outros.

    • Olá Ana Claudia, disse tudo, não tem como passar por essa vida sem decepções e arrependimentos, mas ela também é cercada de alegrias e boas escolhas, as vezes nos focamos somente no que deu errado e nem lembramos de muitas coisas que deram certo e esse jogo faz agente pensar nisso.

  21. Chloe desde o começo do jogo ja estava morta, a borboleta azul era o espirito dela…tanto que a Max fala sobre a borboleta parecer um espirito, Chloe ainda tinha pendencias nesse mundo que era descobrir a verdade dq tinha acontecido com sua amiga Rachel…entao o final certo do jogo e ela morrer ja que esse era o destino dela.

    • Eu escolhi não salvar Chloe porque realmente era o que ela estava destinada, o fato da gente escolher que ela viva resulta em uma catástrofe muito maior na perda de tantas outras vidas, a prova de que mexer com o destino, pelo menos em Life is Strange, não é uma boa ideia foi mostrada quando Max tenta salvar o pai da Chloe e tudo dá errado, o jogo mostrou pra gente que podemos sim mudar o destino, mas que o preço é bastante alto.

  22. Outra coisa que percebi e que a Max teve tempo pra mudar o destino da Chloe sem precisar de poder nenhum era so ela ter procurado a Chloe logo que chegou na cidade…ela ja estava em arcadia bay a um mes, acho que ela ter ficado sem a Chloe foi tipo um castigo pra ela tb

    • Olá Raphael, é verdade, ela foi bem desleixada neste ponto, no começo eu achei esquisito ela não ter procurado ela já que eram tanto amigas, mais tarde foi mostrado também outros medos da Max como o de não se expor enviando as fotos pro concurso, acho que essa foi mais uma lição que ela aprendeu com tudo o que aconteceu.

  23. Porque o tornado é culpa da Chloe? Não entendi… Joguei até metade do episódio 3, mas deu um bug e não consegui reverter… Não to com paciencia de voltar tudo…

  24. Como salva o David e mata o Jefferson? todas as alternativas acabam com o Jefferson desmaiando David, menos quando toca a música, mas mesmo assim no fim pede pra reboninar porque ele tá com a agulha no pescoço dela e ela diz “Não, de forma nenhuma! Jefferson”e tem que rebobinar…

    • Olá Dhara, Pede pro Jefferson pegar água, o carrinho da água vai ficar perto de você, espera David aparecer e começar a briga, chute o carrinho pra distrair Jefferson, quando Jefferson correr pro outro lado da sala, puxe o cabo do chão pra ele cair e David conseguir nocauteá-lo.

  25. Mas cara, não teria nexo a Max se sacrificar pela Chloe e por “todos” na cidade, porque se isso tivesse acontecido, de qualquer maneira haveria um tornado doutro lado do mundo, logo, todas as rebobinações e tentativas pra salvar a cidade seriam falhas e totalmente em vão. Logo, o final e o jogo foram GENIAIS, eu realmente não mudaria nada.
    Nota: 10000000/10

    • Olá, eu fico na dúvida como seria se tivesse a opção do sacrifício da Max, a verdade é que não sabemos a origem dos poderes ou como exatamente eles funcionam, não tenho certeza se haveria um outro tornado com a morte dela ou se tudo seria cancelado e o mundo voltaria ao normal, eu gosto de mistério, mas as vezes fico curiosa para saber, XD

  26. Sobre o terceiro final, eu também pensei nesse final, pensei até em um quarto, onde ela não sacrifica ninguém e se acaba tentando salvar todos do tornado. O problema dela se sacrificar e morrer no lugar da Chloe é que ele resolveria só parte do problema, mas e o Jefherson? quando ela sacrifica a Chloe, o fato de ela estar lá fez com que o professor fosse pego, caso contrário ele teria feito mais vítimas e ficado impune, pra ela se sacrificar e isso não acontecer só se deixasse instruções muito específicas pra Chloe juntar as provas e levar Jefherson à justiça, mas aí já seria algo muito complexo pra ela pensar e resolver num tempo tão limitado, já que o tornado estava se aproximando rapidamente.

    • Olá Felipe, pensando assim realmente seria muito ruim deixar o Jefferson impune, o fato da Chloe ser salva não invalida o fato de que o professor vai cometer esses e futuros crimes, seria mesmo um final injusto, além do mais seria triste a Max morrer, ela sempre tentou ajudar e tudo mais.

  27. Coincidentemente, finalizei o jogo ontem dps de quase um ano de lançamento do ultimo episódio rsrs, enfim…
    No final escolhi sacrificar a Chloe, por mais que a Max a amava, não era justa com todas aquelas outras pessoas morrerem, inclusive ver no enterro dela a Kate viva me trouxe um certo alivio, dps de não ter conseguido salva-la. Acho que todas as escolhas que nós fazemos para tentar mudar o passado e consequentemente o futuro, no decorrer do jogo, no final eu percebi que realmente a Chloe precisava morrer, e por sempre estarmos tentando deixar ela viva comprometíamos o futuro. Inclusive vi comentários acima, de um outro final onde o Max se sacrificaria, se assim fizesse, ela estaria mudando o passado, fazendo que o tornado acontecesse da mesma forma, ou seja o que disse antes, conclui pelas minhas escolhas que a Chloe precisava morrer lá no banheiro… Triste mas o melhor para mim…
    Enfim, esse jogou havia passado despercebido por mim, um baita erro diga-se de passagem, tardei mas joguei este belo jogo. Com certeza apesar dos problemas técnicos do jogo, não afetou em nenhuma maneira na minha experiência com esse jogo, o enredo excelente e uma trilha sonora perfeita cobriam qlq defeito e falta de orçamento do jogo. Entrou na minha lista de jogos preferidos… Por mais jogos assim, que fazem vc pensar dps do jogar, e de rejoga-los para ver outro final…
    Bom texto, um abraço!

    • Olá Thiago, obrigada por ler o resumo e deixar o comentário. Eu também escolhi sacrificar a Chloe, eu também tive algumas pequenas dificuldades na época, meu PC custava rodar ele e tinha algumas coisas simples para fazer que ficava difícil como aquela parte onde temos que usar a foto para voltar ao passado, mas tudo isso é apagado da memória quando se tem um conjunto maravilhoso de história, desenho, música e dublagem que realmente deixa esse jogo na lista dos mais memoráveis e inesquecíveis de todos os tempos. Parece que no futuro terá o segundo e que provavelmente ele não será com os mesmos personagens, mas acho que será muito bom também.

  28. Mas Max se sacrificar não faria sentido porque:
    Primeiro: O tornado só aconteceu porque Max salvou Chloe (quebrando o destino)
    Segundo: Se Max tomasse o tiro no lugar de Chloe, daria no mesmo, pois estaria quebrando o destino, só que dessa vez seria pior pois Max não poderia concertar tudo

    • Olá Lucas, a ideia que tive foi a seguinte, se a Max se sacrificasse, ta certo que ela mudaria o futuro, mas pode ser que as tragédias pare por aí, pois ela não irá continuar a usar o poder, partindo da base que o uso excessivo do poder é que faz o tornado atingir a cidade e tals.

      • Mas o jogo apenas aconteceu pois Max quebrou o destino, se ela se sacrificasse estaria quebrando o destino também, e talvez isso não impediria o tornado.
        E não é o uso excessivo do poder que causa o tornado, mas sim a primeira mudança que ela fez(e salvar uma vida no passado poderia mudar muitas coisas, como no caso do Willian).

        • Nesse ponto faz mais sentido mesmo ela não usar os poderes no começo, mas o que me espanta é o fato de que ela somente pôde voltar naquele momento através dos poderes, então na lógica ela usou os poderes de toda forma, nossa minha cabeça está girando, histórias de viagem no tempo são sempre assim confusas, kkkkkk.

  29. Esse ultimo episodio foi sensacional, assim como o “Dark Room” mas andei lendo alguns comentarios, e irei falar a opiniao sobre os dois finais e sobre o terceiro final que foi descrito na materia pelo Bruno Cardoso, OBS: Eu escolhei Sacrificar a Chloe.

    O Primeiro final para min e o mais sensato no meu ponto de vista, ( e nao por eu ter assistido flash ), mas o que acontece é que a Vida de um nao vale a de Milhares, é uma opiniao direta, se voce recapitular todos os episodios, voce sempre tem a opção de escolher a Chloe em primeiro, mas o que acontece no final e que Chloe percebe que isso tudo nao e so culpa da Max, porque ela no final so queria ficar com a melhor amiga novamente, e quando a personagem cai em si, ela foi muito corajosa em aceitar o que precisava acontecer com ela o que nos leva a segunda escolha.
    Obs: Aquela borboleta curte aparecer nos lugares inusitados kkkkk, apareceu no caixao so pra Max voltar no tempo e fuder tudo denovo.

    O Segundo final e muito egoista, por mais que voce pense em nao usar seus poderes pra reverter isso como voce sempre fez, e ficar com sua melhor amiga ou ate ficar com a Chloe( Amor ) nao e justificativa pra nada, assim nao importa o quanto voce ame uma pessoa, ela escolheu fazer o sacrificiu final em pro de salvar todos, ( muito lindo da parte da Chloe adorei isso ) mas mesmo se ela nao quisesse e fosse egoista em nao se sacrificar seria como diz novamente muito egoista, eles sacrificariam todas as pessaos que amam pra ficaram juntas, todas as escolhas que voce fez ao longo do jogo nao serviriam pra nada assim como nao serve se voce escolher ele. Agora vamos falar do final 3 KKKKKKK
    Obs: Uma coisa que se percebe nao sei se muitos perceberam, é que quando voce começa o jogo na tempestade, e quando voce sai do Dark Room na tempestadade, sao a mesma parte, so que sem a clhoe o jogo e acontecido em uma Realidade Alternativa ate que a contece o final e voce volta pra original, A Camisa dela no Dark Room com a Borboleta e uma caveira e a mesma do comeco do jogo . ‘-‘ Fato interresante esse.

    Bruno Cardoso eu entendi seu poonto e seu final, mas assim, nao mudaria nada se a Max morresse no lugar da Chloe, A Teoria do Caos nao se retem a pessoa, mas sim aos eventos, “Uma acao em um determinado evento pode causar consequencias Catastróficas” se ela volta na foto e morre no lugar da Clhoe os eventos ainda aconteceriam porque ao morrer no lugar da amiga isso tambem seria parte do efeito borboleta, nao alteraria e nem voltaria ela a ser a original, fazeria ser uma nova outra realidade, que é o que voce joga no jogo, uma realidade alternativa, e quem garante que se ela fizer isso a tempestada ainda nao destruiria a cidade.

    OBS: Não sei se voce assiste ou ja leu Flash, mas diferente do Principio de Viagem no Tempo que e posto la, a unica diferença pra Teoria do Caos que e posto no jogo, e que na Teoria do Caos se voce voltar no exato momento do evento e deixar as coisas acontecer como devem ser, voce fica na Linha do tempo Original o que nao ac ontece no Flash ja que uma vez bagunçada voce nunca mais consegue voltar pra ela.

    • Olá Gustavo, obrigada por deixar suas opiniões, talvez eu assista Flash, ainda não assisti a não ser um episódio de Supergirl onde ele aparece. As duas opções finais são muito injustas e às vezes agente tem que fazer uma escolha para poder seguir em frente, mesmo que ela não seja a melhor de todas e acredito que esse jogo ensina isso. Ansiosa para o Lif is Strange 2 se um dia realmente sair.

Deixe um comentário