Home Artigos Especiais 5 fatos que não existem mais na nova geração de videogames

5 fatos que não existem mais na nova geração de videogames

Compartilhe

Nesta matéria vou apresentar 5 fatos que praticamente não existem mais na nova geração de videogames.

1 – Assoprar fitas

Era bem comum no passado os cartuchos de videogames falharem por questões de mal contato ou por sujeira e para resolver essa questão as pessoas assopravam eles.

Cartuchos de videogame parte de contato

Os cartuchos também conhecidos por fitas de jogos tinham um slot de contato parecido com uma versão aumentada do que é encontrado em cartões de memória de hoje em dia.

Essa região de contato é muito sensível, se alguma sujeira acumular nela, pode atrapalhar a leitura dele e fazer o jogo não rodar no console.

Alguns diziam que assoprar cartuchos poderia danificá-los, mas na hora do desespero, assoprar eles, quase sempre funcionava.

2 – Passwords

Antigamente era muito comum um jogo oferecer passwords ou palavras-chaves para salvar o progresso ou simplesmente acessar um conteúdo extra.

Tela de Password do Top Gear

Agora isso praticamente está extinto, hoje em dia não há necessidades de geração de códigos para salvar o jogo ou para desbloquear novos conteúdos.

Hoje os salvamentos são automáticos e para conteúdos extras você deve desembolsar dinheiro para comprar tudo de forma digital e baixar pela internet.

Os Passwords poderiam ser alfa numéricos ou então por símbolos, alguns eram simples, outros formavam palavras e até mesmo existiam aqueles que eram absurdamente grandes e complicados.

3 – GameShark

O GameShark era um meio que os jogadores das gerações passadas de videogames tinham para desbloquear facilmente passwords ou aspectos não possíveis com o jogo.

GameShark 2 para PS1

Ele poderia ser no formato de um disco ou de um cartucho, sua única função era desbloquear itens e funções extras em jogos, é como se eles modificassem os arquivos do jogo.

Agora não é mais encontrado GameShark como antigamente, até porque o nome foi abandonado por conta de direitos de uso e com o avanço da conectividade da internet, o componente ficou ultrapassado.

4 – As suas inicias no recorde

Os jogos mais antigos são conhecidos por serem bem desafiadores e para quem batia um recorde era uma satisfação.

Tekken 3 tela de recordes

Antes era normal sempre aparecer uma tela no final da partida que apresentava sua pontuação no jogo e um espaço para você deixar as suas inicias, comprovando quem realizou a façanha.

Hoje isso se extinguiu, atualmente as plataformas existentes já requerem que você crie uma conta com o seu nome, então todo jogo pega o nome já registrado para marcar o recorde, agora não há mais necessidade de você escrever suas inicias se é tudo automático.

5 – Desenrolar controles

A era dos controles com fios está no fim, antes os videogames sempre tinham controles e periféricos com fio, alguns consoles até tinham mais conectores do que o normal, um emaranhado de fios se formava.

Controles de videogame enrolados no fio

Mas um fato que era comum na época, era enrolar o fio do controle ao seu redor para guardar melhor, em consequência disso o cabo ficava todo prejudicado, alguns fios eram tão grandes que não dava para guardar o controle sem enrolá-los.

Agora que tudo está sem fio, esses hábitos também estão aos poucos deixando de existir, hoje os controles são ligados por cabos desconectáveis que podem ser guardados separadamente e não mais em volta do joystick.

Conclusão

Qual dos fatos da geração antiga que estão extintos que você já conhecia? Sabe de algum outro que não existe mais? Deixe um comentário logo abaixo.

2 Comentários (Os comentários são aprovados manualmente pela admin do site e por isso não aparecem de imediato)

  1. Faltou na Lista aí o famoso Memory Card………………..rssss
    Sem ele, não tinha como salvar o jogo
    nenhuma das novas gerações de consoles utiliza tal periférico.
    kkk

    Passei por todas essas etapas……….kkk

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here