Compartilhe

A história a seguir contém spoilers ou revelações do jogo Alan Wake e seus DLCs sem incluir os acontecimentos do spin-off Alan Wake American Nightmare.

Tentei deixar em ordem cronológica e resumi o máximo possível os acontecimentos da gameplay. Este texto é para você que jogou Alan Wake e assim como eu, não entendeu de cara tudo o que aconteceu.

Se você ainda não jogou Alan Wake e gosta de uma boa história obscura, acompanhe o texto e os vídeos que gravei do game.

O início

A história começa no ano de 1970, Thomas Zane e Barbara Jagger é um casal que vive em uma ilha em formato de pata de um pássaro na cidade Bright Falls (EUA), o nome da ilha é Diver’s Isle, a ilhota possui um chalé apelidado de Bird Leg Cabin, ao redor da ilha está o lago Cauldron.

Ilha de Alan Wake

Thomas é um renomado poeta que se mudou para a ilha devido o ambiente inspirador para escrever e uma enorme paixão por mergulhos. Ele logo percebeu que o seu novo lar era preenchido com poderes além de sua compreensão, tudo que ele escrevia se tornava realidade, Zane percebeu a grande responsabilidade em suas mãos e decidiu parar de escrever.

Certo dia, Barbara foi nadar no lago Cauldron e se afogou misteriosamente, Thomas ficou arrasado e em meio a sua crise, o seu assistente Emil Hartman sugeriu que Thomas usasse os poderes místicos do local para trazer Barbara de volta, ele aceitou a sugestão.

Hartman Barbara e Thomas de Alan Wake

Thomas Zane sabia que as palavras tinham poderes supremos ao redor de Diver’s Isle, ele resolveu escrever uma história sobre o retorno de Barbara. Realmente Barbara Jagger voltou, mas ela já não era mais a mesma, parecia que uma presença maligna estava usando o corpo dela, Zane fracassou e sabia disso.

No momento em que Thomas percebeu que sua amada na realidade não havia retornado, ele resolve arrancar o coração de Barbara, mas somente encontrou escuridão, Thomas escreveu uma história para conter de vez o monstro que ele havia libertado da mais profunda escuridão do lago Cauldron.

O poeta tentou corrigir seu erro apagando todas as histórias que ele já havia escrito antes, um escritor famoso agora se tornou completamente desconhecido pelo mundo. Essa foi a solução que o poeta Thomas encontrou, mas com uma condição, a única criação que ele deixaria viva estaria dentro de uma caixa de sapato.

Zane designou uma conhecida para a guarda de um objeto contido dentro da caixa de sapato chamado The Clicker (um interruptor de luz), caso a escuridão aparecer novamente ele teria uma arma para combatê-la.

O nome da guardiã do The Clicker é Cynthia Weaver, ela na verdade tinha uma queda por Thomas Zane, mas ao saber que o poeta a manipulou, Cynthia cultivou sentimentos de amor e ódio ao mesmo tempo, querendo ou não, agora ela é forçada a seguir o destino de guardiã do objeto, o que Thomas escreve se torna realidade.

The Clicker de Alan Wake

Thomas Zane deixa também dentro da caixa de sapato, aquela que seria a última página de sua autoria, a única que restará, nela Zane informa que o Clicker seria um objeto que a mãe de um garoto chamado Alan Wake daria para ele perder o medo do escuro, afirmando que o objeto seria do pai ausente de Alan. Na história de Thomas também estava escrito que Alan Wake após quase 30 anos estaria segurando o Clicker perto do lago Cauldron e usaria o poder do objeto para combater as trevas.

Neste mesmo ano um vulcão entrou em erupção e causou a completa inundação da ilha Diver’s Isle, apagando de vez a existência do local amaldiçoado. Thomas Zane e Barbara Jagger nunca mais foram encontrados.

Odin e Tor de Alan Wake

Os irmãos Andreson tinham uma fazenda perto de Diver’s Isle, em 1976 os irmãos Odin e Tor faziam parte de uma banda de rock chamada Old Gods Of Asgard. Ao passar um tempo pela região, a dupla encontra na água pura do lago Cauldron um ingrediente interessante para a sua bebida chamada Moonshine, além de embriagante, a bebida ficava com propriedades místicas, é dito que esta bebida pode esclarecer a mente das pessoas.

Assim como Odin e Tor acharam a bebida, a Presença Maligna nas profundezas oculta do lago Cauldron os encontraram. Anteriormente a presença maligna foi contida por Thomas Zane, e esta era uma ótima oportunidade de ganhar vida novamente.

Presença escura em Alan Wake

A Presença Maligna (Dark Presence)

Há muitos anos a Presença Maligna estava dormente no lugar escuro (Dark Place) nas profundezas do lago Cauldron, esperando ser libertada, a sua espera acabou quando Thomas Zane com o seu ato infantil e ingênuo a acordou.

A Presença Maligna ou Presença Escura pode possuir seres vivos e objetos, ela ao longo dos tempos tenta constantemente encontrar pessoas com habilidades criativas para criar uma história que fortaleça ainda mais a escuridão, o seu grande objetivo é ficar mais forte do que a luz e tomar todo o planeta.

Old Gods Of Asgard de Alan Wake

Os irmãos Anderson tiveram um confronto com a Presença Maligna, Odin e Tor perderam pela escuridão os seus corvos mascotes chamados de Thought (Pensamento) e Memory (Memória), mas com a ajuda de Thomas Zane, eles conseguiram sobreviver.

Durante o incidente, os dois compuseram a música The Poet And The Muse (O poeta e a musa) que referenciavam diretamente elementos chaves que ajudarão Alan Wake a encontrar a caixa de sapato com os itens deixados por Zane, é possível que o próprio poeta tenha ajudado na composição.

Apesar de obter a ajuda de Thomas na batalha contra a escuridão, os irmãos Anderson perderam a sanidade.

Sinais em amarelo de Alan Wake

Ao longo dos anos, Thomas Zane entrou em contato com Cynthia através de televisores, ele pediu para ela ajudar Alan quando chegar o momento certo. Cynthia manteve a caixa de sapato bem protegida em um lugar iluminado e preparou diversos equipamentos que poderiam ser úteis na batalha contra a escuridão.

Ela usou uma tinta amarela especial que somente aqueles tocados pela escuridão poderiam ver, no caso Alan Wake poderia ver já que ele está na história de Thomas Zane.

O assistente de Thomas Zane, Emil Hartman sabia do poder do lago e da escuridão, mas ele não era um escritor apropriado para os misteriosos poderes de Cauldron, pensando nisso, Emil tentou manipular Zane para construir o mundo utópico que ele via na cabeça, para Hartman ele poderia usar os poderes do lago e reescrever a realidade por uma que ele desejasse.

Alguns anos se passaram

Hartman falhou em manipular Thomas no passado, mas nunca perdeu a esperança, ele sempre esperou que outro grande escritor aparecesse em Bright Falls, ele ao longo dos anos virou psiquiatra e fundou um centro de tratamento na cidade, Doutor Hartman ganhou uma boa reputação na área e escreveu um livro.

Livro do Hartman em Alan Wake

Emil fazia experimentos em seus pacientes para que eles tentassem criar histórias assim como Zane fazia, usando o poder do lago Cauldron, mas ele nunca obteve sucesso com pacientes mentalmente doentes.

Ao descobrir que o autor Best-Seller Alan Wake estava tendo problemas para escrever novas histórias, Dr.Hartman entra em contato com a esposa de Wake, Alice desabafa sobre o momento difícil que ela e o esposo estão passando e aceita o convite de Emil para tratar Alan Wake em sua clínica em Bright Falls.

Emil Hartman terá uma chance única, finalmente ele poderá manipular um escritor em potencial, enganar as forças da escuridão e construir o seu desejado novo mundo.

Alice e Alan Wake

A chegada de Alan Wake em Bright Falls

Tudo começou com um sonho que mais parecia um pesadelo, Alan Wake atropela um homem e logo após é perseguido por este homem que alega ser um de seus personagens, uma voz do além coberta de luz conversa com Alan e o ensina a combater a escuridão, Alan Wake não faz ideia de que a voz pertencia a Thomas Zane e que em breve ele teria uma missão muito importante.

Ao chegar na cidade pequena, Alan entra na cafeteria de Bright Falls para pegar as chaves do chalé com o proprietário Stucky, Alan e Alice alugaram o lugar para as férias. Dentro do local ele conhece Rose que é uma fã de seu trabalho, Rusty que é um guarda florestal da região, encontra também com os irmãos Anderson que já estão bem velhinhos e com Cynthia Weaver.

Weaver não fala sobre Thomas para Alan, somente o alerta para se proteger da escuridão. O autor não consegue achar Stucky, quem entrega as chaves para Alan é a Presença Maligna usando o corpo de Barbara Jagger, ela entrega para Alan Wake a chave para um chalé que nem devia mais existir, o mesmo chalé que Thomas Zane morou em Diver’s Isle.

Barbara encontra Alan Wake na cafeteria

Alan e Alice chegam ao chalé, e como num passe de mágica a ilha submersa agora existia, ao cair da noite os dois têm uma discussão quando Alice revela para Alan que o motivo da viagem seria um tratamento com o Dr.Hartman, o furioso escritor deixa sua esposa sozinha, Alan entra em desespero quando escuta os gritos de Alice, ela tinha desaparecido nas profundezas do lago Cauldron.

Alan Wake escrevendo o manuscrito

Barbara Jagger aparece para Alan revelando que há uma forma de salvar Alice Wake e que ele deveria escrever uma história com um enredo convincente que desse grandes poderes para a escuridão, somente assim ela libertaria sua esposa, confuso e abalado, Alan percebe que o seu bloqueio para escrever se foi e que ele poderia escrever um livro para salvar sua amada.

A Presença Maligna invade a cabeça de Alan para escrever a sua mais nova obra intitulada Departure (A partida). Apesar da manipulação de Barbara, Alan ainda tem consciência e cria em sua história, brechas para que ele derrote a escuridão e salve Alice no processo.

Alan passou uma semana aprisionado no chalé escrevendo o manuscrito, até o momento em que Alan incluiu Thomas Zane em sua história, Alan encontrou, de forma misteriosa, alguns manuscritos de Thomas e escreveu que o poeta apareceria para o libertar da cabana, Wake achava que a história de Zane faz todo sentido com a que ele esta escrevendo.

Thomas aparece e salva Alan Wake

Thomas Zane aparece dentro de uma roupa de mergulho iluminada e resgata Alan que foge desesperadamente até se acidentar com o seu carro na floresta, Alan perdeu a memória da semana passada, tudo que ele consegue lembrar é que Alice desapareceu e que ele precisa resgatá-la de alguma forma.

Ao longo de seu caminho, Alan encontra páginas perdidas do manuscrito que ele havia escrito, mas que não se lembra, é tarde da noite e a escuridão está por toda parte na floresta, Alan não entende o que está acontecendo direito, homens que não se parecem mais com humanos começam a atacá-lo.

Alan se lembra do sonho que teve ao chegar na pequena cidade de Bright Falls, ele poderia enfrentar os Takens (as pessoas possuídas pela escuridão) com a luz.

Após escapar dos Taken, Alan Wake consegue finalmente entrar em contato com a polícia, a xerife Sarah Breaker mostra a realidade para Alan: o chalé e toda a ilha estão submersos na água faz muito tempo.

Sherif Sarah Breaker em Alan Wake

Sabendo de sua chegada em Bright Falls, o doutor Hartman contrata seu empregado Benjamin Mott para localizar Alan e Alice. Ao descobrir que Alice desapareceu, Emil Hartman disse para Ben Mott se passar pelo seqüestrador de Alice, desta forma o psiquiatra Emil teria o manuscrito que Alan criou durante a sua estadia na cidade.

Ben Mott em Alan Wake

Ao amanhecer, Alan recebe uma ligação de Mott afirmando que seqüestrou Alice e que é para eles se encontrarem em outro lugar a noite. Wake está neste momento na delegacia, mas não pode falar nada para a polícia.

Os Televisores

Ao longo do caminho Alan se depara com televisores que transmitem partes de sua memória perdida quando ele estava escrevendo Departure. Com estas informações ele começa a entender o poder do manuscrito e toma conhecimento de algo muito importante encontrado no chalé durante a semana em que ele escreveu o livro, ele conhece aos poucos a história de Thomas Zane, a história que ele esqueceu.

Televisores em Alan Wake

Alan encontra o Dr.Hartman na delegacia

Com os nervos à flor da pele, Alan agride Hartman em seu primeiro encontro, afinal de contas ele que havia trazido Alice para esta cidade. Antes que Alan seja detido, o seu agente e amigo de infância Barry Wheeler aparece para amenizar a situação, os dois saem da delegacia.

Alan se hospeda em um chalé administrado por Rusty e conta tudo o que aconteceu para Barry. Ao anoitecer, Alan terá que se encontrar com o sequestrador de Alice. No caminho ele encontra Rusty em apuros, os Takens ou possuídos pelas trevas o atacaram.

Antes de ser completamente dominado pela escuridão, Rusty diz para Alan que encontrou uma página de manuscrito que descrevia este triste acontecimento.

Ao seguir seu caminho até o local combinado, Alan finalmente encontra Mott, após os dois escaparem dos Taken da floresta, o suposto sequestrador exige que Alan entregue o manuscrito completo de Departure em troca de Alice Wake. Os dois acabam brigando e Ben Mott consegue fugir.

Mais tarde Alan tenta escrever o resto do manuscrito para entregar ao sequestrador, mas o seu bloqueio o impede de escrever sequer uma letra, tudo que Alan poderá fazer agora é reunir o máximo possível de páginas perdidas e tentar convencer a libertação de Alice.

O dia amanhece e durante a luz do sol, as trevas não têm poder algum, é aí que entra em cena a Presença Escura.

Dark Barbara entra em ação

Barbara usa o poder da escuridão para controlar Rose e avisa para Barry que tem uma das páginas, Alan e Barry partem em busca do manuscrito.

O plano de Barbara dá certo, ela consegue atrair Alan Wake e seu amigo para sua armadilha, os dois acabam tomando uma bebida com sonífero dada por Rose, Alan Wake recebe pequenas palavras de provocação de Barbara em seus pesadelos e acorda tarde da noite, exatamente no momento em que o inimigo ganha mais forças.

A Presença Escura quer que Alan seja totalmente tomado pela escuridão e continue a escrever a dominação das trevas no mundo.

O plano de Alan Wake

Alan Wake sabia das más intenções da Presença Escura no momento em que escrevia Departure, apesar disso, ele teve que ser fiel à história e prejudicar muitas vidas no processo, uma delas é a do agente Nightingale.

Wake escreveu uma história balanceada sem privilegiar lado algum, para ele, Thomas Zane perdeu Barbara para a escuridão porque ele não escreveu uma história coerente. O que Alan ainda não sabe é que o próprio Zane o guiou para esta conclusão, essa é a chance de Thomas concertar o que ele estragou.

Robert Nightingale em Alan Wake

O agente do FBI

O agente Robert Nightingale sempre respeitou as regras da corporação, até o dia em que seu parceiro, o agente Flynn foi dominado pela escuridão e morreu. Após o ocorrido, Robert começou a beber e quebrar as regras que ele sempre preservou, em sua busca incessante por respostas, ele encontra as provas do responsável da morte de seu parceiro: Alan Wake.

O agente do FBI achou parte dos manuscritos de Alan, o escritor alcançou com a sua história a realidade causando estragos permanentes ao mundo, ele tinha que parar Alan a qualquer custo.

Alan Wake acorda

Alan acorda

Ainda na casa de Rose, Alan acorda e é perseguido por Nightingale, o escritor não sabia porque o FBI estava atrás dele, mas ele não podia se entregar agora, não antes de salvar Alice.

Alan Wake consegue escapar da polícia e dos Takens em seu caminho ao encontro do sequestrador, chegando ao local, Mott não estava lá, o sequestrador liga para Alan se encontrar com ele em outro lugar.

Quando finalmente Alan chega ao novo ponto de encontro, ele encontra Bem Mott com medo admitindo nunca ter sequestrado Alice e que foi a mando de um patrão que ele mentiu. Ben Mott se comporta desta forma, pois está diante do poder das trevas, um enorme tornado o arremessa para longe, Alan também é arremessado pelo poder das trevas e cai no lago próximo.

Hartman resgata Alan Wake

Alan Wake acorda na clínica do Dr. Hartman, o psiquiatra claramente está tentando convencer o escritor de que ele está sofrendo alucinações após a suposta morte de Alice. Alan não acredita em nenhuma das palavras do doutor, mas finge acreditar, assim ele teria uma chance melhor de escapar.

Dentro da clínica, o autor Best-seller encontra os irmãos Anderson, eles parecem estar falando loucuras, mas todas fazem sentido, eles já lutaram contra a Presença Maligna e sofreram as consequências.

Hartman pede para Wake tentar escrever o resto de sua história como uma forma de terapia, no entanto, o bloqueio de Alan Wake é realmente poderoso, o fazendo sentir até dor ao tentar escrever.

A fuga

Tor e Odin Anderson sempre encontraram uma forma de escapar da clinica, e hoje não foi diferente, Alan se aproveita da situação e também foge.  Alan confronta Emil Hartman e alegremente deixa o doutor ser dominado pelas trevas que inevitavelmente chegaram com a noite. No caminho, Alan se livrou de  vários Taken e resgatou também o amigo Barry que estava aprisionado na clínica.

Alan Wake confronta Hartman

Convencido de que Alice está presa no fundo do lago no local da escuridão, Alan convence Barry de que eles devem ir até a fazenda dos Anderson descobrir alguma pista que o leve ao resgate de sua esposa.

Ao chegar na fazenda, Alan e Barry enfrentam muitos inimigos, mas conseguem escapar e entrar na casa dos Anderson, dentro da casa os dois encontram um disco com a música deixada pelos Anderson e Thomas Zane, a música The Poet And The Muse.

Alan agora sabe quem ele deve procurar, mas já era tarde da noite, ele teria que fazer isso durante o dia, era mais seguro assim. Barry e Alan encontram a bebida Moonshine e os dois resolvem beber, eles caem de bêbados e Alan consegue se lembrar da semana perdida, a bebida contém a água do lago com os poderes para clarear a mente e recuperar a memória.

Alan é preso

O Agente Nightingale estava prestes a desistir de sua busca por Alan Wake, até que ele resolve seguir os passos contidos no manuscrito e finalmente encontra Alan na fazendo dos Anderson, o escritor estava desacordado, o agente teve uma vontade imensa de atirar em Wake, mas hesitou, foi aí que Alan acordou e ele o prendeu.

Alan e Barry estavam presos, a xerife Sarah estava descontente com a forma que o agente do FBI abordava os seus suspeitos, ela não acreditava que Alan Wake era um criminoso.

Alan Wake foi preso

Enquanto confrontava Alan, Nightingale lembrou o que havia lido em um dos manuscritos de Wake, no pedaço de papel dizia que as trevas iriam levar Nightingale neste momento, e foi o que aconteceu.

A xerife, ao ver a escura fumaça levando o agente do FBI, acredita agora que deve ajudar Alan a combater esta temível força obscura. Alan conta o que sabe sobre a dama da luz descrita na música dos Anderson, Sarah sabe exatamente aonde ir, atualmente Cynthia vive em uma estação de energia abandonada e ela bate a descrição da mulher contida na música.

A dama da luz

Sarah leva Alan e Barry para a estação de energia através de um helicóptero, mas no meio do caminho eles são atacados pelos Takens e Wake acaba se separando dos dois. Alan Wake chega sozinho no lugar onde Cynthia mora, ele reconhece os símbolos em amarelo que o ajudou bastante com equipamentos para combater os Takens, esses sinais sempre estavam lá para ajudá-lo na escuridão da noite.

A dama da luz em Alan Wake

Cynthia se sente aliviada ao encontrar Alan, faz muitos anos que ela espera por este momento, se ela entregar a caixa de sapato de Thomas para Wake, ela poderá se ver livre da tarefa de protegê-la.

Com muitos obstáculos em seu caminho, Alan, Barry, Sarah e Cynthia conseguem chegar ao cofre iluminado que guarda a caixa de sapato, Alan encontra o Clicker na caixa junto com um manuscrito de Thomas.

Alan fica muito confuso, ele havia entregado este objeto para Alice à muito tempo atrás, na página estava claro que Thomas Zane escreveu sobre ele, Alan pensou por um momento que ele talvez seja somente mais um personagem de Thomas, mas seus pensamentos mudaram de foco, ele tinha que salvar Alice o mais rápido possível.

Com o manuscrito de Zane na mão, Alan sabe que a única forma de resgatar Alice é voltar para o chalé em Diver’s Isle, usar o clicker, saltar do mesmo local que Alice caiu e se entregar para as profundezas do lago Cauldron.

Alan Wake estava longe de seu destino, mas ele não desistiu e enfrentou todos os perigosos inimigos até chegar no chalé e tornar realidade as palavras do manuscrito.

Dark Place

Alan entra no mundo da escuridão onde a realidade é distorcida e ele pode ter contato direto com Thomas Zane, o poeta pede para Alan usar o clicker e iluminar o coração de Barbara, tirando a escuridão de dentro dela, desta forma Alice voltaria ao mundo real.

Dark Place em Alan Wake

O senhor Rangido

Ainda dentro do lugar obscuro do lago Cauldron, Alan é dividido em dois, Thomas explica que ele se chama senhor Rangido (Mr. Scratch) e esta outra versão dele encontrará os amigos de Alan no plano real enquanto ele tiver ausente.

Wake consegue se livrar das alucinações do lugar escuro e iluminar Barbara, Alice está finalmente livre, porém Alan está aprisionado no fundo do lago, este foi o preço a ser pago.

Ainda há esperanças para Alan Wake?

Alan está aprisionado em um mundo movido por suas emoções mais profundas e dolorosas, Thomas vive neste mundo faz muitos anos, mas ele está disposto a ajudar Alan a não cair nas mais profunda escuridão do lago.

Em um momento, Alan tenta tirar respostas de Thomas a respeito do que realmente aconteceu com ele, Wake pergunta se ele é um personagem criado por Zane, mas Thomas nega esta afirmação.

Os televisores no Dark Place em Alan Wake

Os televisores do submundo

Durante sua estadia no lugar obscuro, Alan encontra vários televisores, mas desta vez neles não há memórias suas, mas sim uma versão insana sua, dentro de Alan Wake há uma parte que quer desistir e morrer, uma parte que perdeu a sanidade e está tentando puxar Alan para um lugar muito mais profundo.

Alan ainda está vivo

Alan confrontou os seus maiores temores e conseguiu se unir ao seu lado atormentado, pelo menos agora ele não será totalmente engolido pelas trevas.

FIM

Os fatos descritos foram escritos em base na gameplay do jogo, anotações e gravações encontradas no game, além de esclarecer algumas dúvidas nesta página Wiki de Alan Wake. Gostou da história? Deixe um comentário do que você achou e um like na página.

Não se esqueça também de curtir a Fã Page do site e se inscrever no canal do Youtube.

21 Comentários (Os comentários são aprovados manualmente pela admin do site e por isso não aparecem de imediato)

    • Olá Fernando, eu também acho que todos deviam jogar antes, é o recomendado, eu quando zerei da primeira vez não entendi direito a história, aí criei o artigo para preencher as perguntas que muitos devem ter assim como eu tive. 🙂

  1. Bruna você realmente me surpreende com seus textos!Sério, são todos muito bons e explicativos mesmo!Eu já joguei e zerei esse game, e confesso que não gostei muito não… achei ele um tanto quanto repetitivo às vezes, com inimigos e uns cenários meio sem graça, e o único personagem interessante ali é o Alan e o Zane claro, já os outros não curti muito não a não ser talvez o Barry. O do Outlast eu não vou ler agora pois quero jogar e zerar primeiro, mas tô anisoso!

  2. Vendo a segunda parte!! Tá muito bom, até paro e volto o vídeo só pra não perder nada! Rsrsrs que bom que cê sabe jogar, mesmo dando tiros nos ainda possuídos mas é normal, pelo nervosismo que dá! Ia aproveitar a Black pra comprar ele, mas quem disse que recebi? (sou monitor de português no IFAL, e os FDP não apenas ”se engaram” no envio da folha de pagamento da gente, como ainda tem um mês e vai fazer dois de novo, de atraso)! Aproveitando pra ler de Stephen King, ”O Cemitério” que tá muito boa a leitura, ainda sem momentos de terror mas chegando! De fato, omo Zangado disse, Alan Wake tá cheio de referências, e eu sinceramente amo isso! S.K, SH, um pouco de Siren, talvez Clock Tower (pelo lance de ás vezes só fugir) e por aí vai!

    • olá Marcio, hahaha é verdade conforme eu vou progredindo no jogo eu começo a melhorar 🙂 eu devo ter desperdiçado muita munição, essa foi a primeira vez que joguei no hard.

      Nossa que chato você não ter conseguido comprar a tempo da black friday, mas o Alan Wake direto ta em promoção lá na Humble Bundle para download PC é só ficar ligado. https://www.humblebundle.com/store

      Nossa pode-se dizer que Alan Wake é uma mistura de várias culturas e histórias, principalmente a de seriados e livros, eu recomendo você a assistir o seria Twiin Peaks dos anos 90, muuuita coisa de Alan foi baseado na série, foi divertido assistir.

    • Vou dar uma olhada… ps: adivinha qual seria o próximo possível game de terror baseado num clássico infantil, mas em seu lugar foi idealizado o ”Alice: Otherlands?”

      • hum, qual seria? Branca de neve? Chapeuzinho vermelho?

        Nossa agora eu quero saber, qual é o jogo Marcio?

        Adoro adaptações de contos de fadas, tipo aqueles filmes que fazem uma versão macabra, hehehe.

        Tem um jogo muito bom (não é terror) que é adaptação de um quadrinho chamado Fables (Fábulas) já leu/viu/jogou? o jogo é The Wolf among Us

  3. Simplesmente o melhor texto sobre Alan Wake que li até agora. Parabéns Bruna, vc explicou muito bem a história, que apesar de não sabermos se eh isso realmente, eh a teoria que faz mais sentido. Alan Wake eh inesquecível e sensacional. Fiquei muito feliz com a notícia do lançamento da sequência!

  4. Oi Bruna, mais uma vez seu artigo esta fantástico, de novo vc conseguiu explicar mt bem a história do jogo, ainda mais sendo esse jogo um dos mais fodas no critério enredo em minha opinião, mas uma duvida ainda n saiu da minha cabeça, o que exatamente acontece com o Zane depois de ele ter dado a caixa para a Cynthia? Vc sabe me dizer? Pode ser apenas uma pergunta idiota, mas eu tenho meus motivos pra ter ela.

    • Olá, bom, depois dele deixar a caixa com ela, ele colocou sua roupa de mergulho e pulou nas profundezas do lago juntamente com a Barbara possuída e nunca mais os dois foram vistos.

Deixe um comentário