Home Análises Análise do jogo Undertale

Análise do jogo Undertale

Compartilhe

Lançado primeiramente no dia 15 de setembro de 2015, Undertale é um jogo de aventura com gráficos pixelados diferente de quaisquer outros jogos do estilo.

Esta análise do jogo Undertale foi feita com base na versão PC, você também pode jogar no PlayStation 4, PlayStation Vita e Nintendo Switch.

Undertale mostra que não é só mais um jogo de RPG de aventura, ele levanta questões morais e possui uma história muito interessante que pode ser modelada conforme suas escolhas, levando a vários finais diferentes.

O enredo de Undertale

Você controla uma criança humana que ficou presa em um misterioso mundo subterrâneo, lá ela descobre que há vários demônios vivendo em exílio depois de perderem uma batalha contra a humanidade.

Humanos e Monstros Undertale

O objetivo é voltar para a superfície, mas a tarefa não é simples, há barreiras mágicas que impedem a jovem ou qualquer outro ser vivo de escapar.

Alguns demônios tentam ajudar a protagonista enquanto que outros tentam atrapalha-la, não leva muito tempo para você perceber que não pode confiar em todos.

Esse jogo é muito aberto a interpretações diferentes, nem tudo que acontece é explicado completamente e algumas situações possuem mensagens escondidas ou duplo sentido.

A mecânica de Undertale e a moralidade

Como qualquer RPG de aventura dos clássicos, você irá encontrar inimigos aleatoriamente pelos lugares que visita e as batalhas são em turnos, mas em Undertale essa mecânica é apresentada diferente.

Batalha no jogo Undertale

Você pode escolher não atacar, fugir ou até mesmo conversar com os demônios para que eles desistam de lutar. Se decidir lutar, o seu personagem será recompensado com EXP e GOLD, que pode ser usado para facilitar sua jornada.

Nem sempre os monstros vão aceitar a sua oferta de paz, portanto, não matar ninguém no jogo é uma escolha possível, mas é bem mais difícil do que simplesmente atacar.

Os minigames de Undertale

Diferente de muitos RPGs, não basta somente escolher o ataque no seu turno em Undertale, é necessário passar por um minigame para saber quanto você vai tirar de vida do adversário e também quando de sua vida será danificada por ele.

Os minigames desafiam o seu reflexo, você pode atacar mais forte se conseguir apertar o botão no momento certo ou pode desviar e atirar em ameaças como se estivesse em um clássico jogo de nave.

Minigame de Undertale

Algo notável em Undertale são as situações improváveis que você consegue perceber tanto na história quanto nos minigames, então é normal encontrar um minigame onde as regras são diferentes.

Puzzles e itens

Os puzzles ou quebra-cabeças de Undertale são muito bem balanceados, não são muito difíceis, mas também não são fáceis demais, se você prestar atenção na história e usar a lógica, não terá problemas para progredir.

No seu caminho você poderá encontrar itens que podem ser usados para resolver puzzles ou simplesmente para aprimorar algum aspecto de seu personagem e dar uma vantagem nos minigames das batalhas.

Menu de pause do jogo Undertale

Certos itens podem ser comprados através de alguns NPCs que estão espalhados em regiões diferentes.

Em Undertale existem os equipamentos que melhoram o seu ataque e defesa, mas existem aqueles que também recuperam a sua vitalidade e podem ser usados em seu turno nas batalhas.

Conclusão

Com uma boa dose de bom humor, gameplay descomplicada, ótima história com várias possibilidades para o fim dela, Undertale é um jogo que agrada até mesmo a aqueles que não jogam muito games de aventura.

Foram em torno de 7 horas para conseguir fechar o jogo pela primeira vez e adquirir um de seus finais.

Você já jogou Undertale? Me diga o que achou de melhor no jogo nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here