Home Análise de Games Análise de Defunct – O jogo da moto robô

Análise de Defunct – O jogo da moto robô

Compartilhe

Desenvolvido pela Freshly Squeezed e distribuído pela SOEDESCO, Defunct foi lançado em 2016, esse jogo acompanha a curta história de um robô parecido com uma moto.

Você encontra esse jogo para PlayStation 4, Xbox One e Windows, a versão dessa análise é a do Windows com teclado e mouse.

Curto e divertido

Se você gosta de alta velocidade, vai adorar Defunct, o robô principal parece uma moto, você corre com ele livremente pelo cenário e em muitas das vezes em uma velocidade eletrizante.

O jogo conta com uma série de fases de cenários diferentes e uma campanha principal, infelizmente a campanha é muito pequena, ou seja, você pode chegar no final dela em umas 2 horas de jogo.

Parte final do jogo Defunct

Mesmo após zerar, você tem desafios para bater recordes de tempo, coleta de itens e busca de lugares escondidos, a sua recompensa são skins e movimentos novos para o seu robô moto.

Um robô com defeito

O protagonista da história é um simpático robô que teve um acidente com sua nave em uma terra estranha, o cenário é um mundo onde somente as máquinas habitam, mas você ainda consegue ver bastante da natureza que conhecemos atualmente.

O objetivo em Defunct é percorrer os locais próximos do acidente da sua nave para recuperar objetos para repará-la e voltar para o espaço continuando sua viagem.

Entender a história é fácil já que ela é bem simples e o jogo está todo em Português do Brasil.

A mecânica de uma moto futurística

O personagem principal de Defunct que é como se fosse uma moto futurística, funciona de forma peculiar, ele não consegue seguir adiante se estiver em um terreno muito plano, as pistas quando planas sempre dispõem de uma espécie de combustível que impulsionam o nosso robô.

Onde não há os combustíveis, há muitos morros e descidas, para terrenos de subida, você pode apertar o comando para usar a habilidade gravitacional da moto que permite que ela continue e inclusive até mesmo ande de cabeça para baixo no teto sem cair.

Andando na parede em Defunct

Quando há descidas, você pode acionar outro botão que impulsiona mais ainda o robô a seguir adiante em uma excitante velocidade.

Bem adiante você encontrará um item que funciona como um nitro, ele dá um gás a mais por alguns segundos, fazendo nosso personagem chegar em regiões antes inacessíveis.

Adversidades e desafios

Não há inimigos em Defunct além dos precipícios, tem alguns lugares mais difíceis de chegar já que você precisa de impulso e escolher o tempo certo para pular.

Nos primeiros segundos do game dá até para se enganar pensando que você vai sair pelo cenário coletando moedas como em Sonic, mas não é esse o caso, os diversos itens flutuantes são nada mais do que o impulso necessário para o robô andar mais rápido.

robô de Defunct coletando nitro

Você está livre para tomar a direção que quiser e coletar o que achar necessário em Defunct, na verdade, a melhor comparação que você pode fazer é a com um jogo de skate da série de Tony Hawk, isso porque realmente dá para fazer manobras no ar com o robô e também pela disposição dos cenários com relação ao posicionamento da câmera que é bem parecido com os jogo clássicos de skate.

São muitas chances de queda livre para várias sequencias de movimentos ousados.

A princípio você não tem manobra alguma, afinal de contas, não é realmente o objetivo do jogo, você nem ganha pontos com isso, o propósito é chegar rápido no destino, mas você desbloqueia os movimentos radicais depois que completa o game e bate algumas metas.

Um visual muito bom

O visual de Defunct é bem cartoon, cores vivas e simplicidade nos detalhes, um visual bem limpo e bonito, agradável de se ver.

Pode-se dizer que não há muita profundidade nos detalhes e há muitos elementos repetitivos como, por exemplo, as texturas dos objetos em geral.

Personagem de Defunct em um campo gramado

No ambiente de um planeta alienígena, há vestígio de uma civilização que um dia o habitava que provavelmente poderia ser de humanos, você vê isso em vários locais do jogo.

Defunct ferro velho abandonado

Minha experiência com Defunct

O início do jogo foi bem confuso, os controles são diferentes, mas nada que não tenha levado mais do que 30 minutos de gameplay para me habituar, há alguns tutoriais, mas se você não prestar atenção, pode ficar vagando sem saber o que fazer a seguir.

Depois foi bem prazeroso andar em alta velocidade nos cenários, pular em quedas livres fabulosas e ver o seu personagem ir mais rápido ainda em uma tirolesa do futuro.

Tirolesa de Defunct

O que não achei legal foi o fato de a campanha principal de Defunct ser tão pequena, para mim isso desmotiva, eu gosto de fazer missões e tentar melhorar para cumprir um objetivo, depois que terminei, o objetivo é só bater recordes, eu meio que fico desmotivada a continuar jogando nesse formato.

Não me arrependo de ter jogado, o game é bem divertido e se você não liga muito para missões e modo história, vai gostar mais ainda de continuar jogando nas mesmas fases para desbloquear novidades.

Conclusão

Recomendo Defunct para quem gosta de jogo de corrida e daqueles games de consoles antigos de aventura, com um enredo simples e sem complicações.

Caso você também já tenha jogado Defunct e gostaria de dizer como foi jogar esse games, deixe um comentário abaixo, ou então, escreva suas dúvidas caso tenha interesse de adquirir o jogo.

Para mais análises de games, acesse essa seção do Blog.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.