Home Análise de Jogos Jogo de Kung Fu – Análise de Shaq Fu: A Legend Reborn

Jogo de Kung Fu – Análise de Shaq Fu: A Legend Reborn

Compartilhe

Lançado na metade de 2018, o jogo de Kung Fu Shaq Fu: A Legend Reborn está disponível para PC, PS4, Xbox One, Nintendo Switch, Android e iOS.

Essa análise foi feita para a versão do PS4, mas você pode usar ela como base para conhecer melhor o jogo para outras plataformas também.

Esse Side-Scrolling 2D tem um visual moderno e temas atuais que vai te tirar umas boas risadas e roubar a sua concentração.

Jogo de Kung Fu zoeira

A história desse jogo já é cômica ou bizarra só pelo enredo, você controla um homem negro que foi adotado por um mestre Chinês, após seu mentor morrer, ele descobre que é o escolhido para derrotar celebridades demoníacas e livrar o mundo do mal.

Treinado desde pequeno pela arte do Kung Fu, Shaq tem o físico e a técnica para sozinho combater qualquer ameaça, até mesmo as mais estranhas.

Shaq e o mestre olhando para uma explosão

A comédia está presente na aparência dos inimigos e nos vídeos clipes e diálogos do jogo.

Esse jogo de Kung Fu é uma releitura de Shaq Fu lançado em 1994 pela Delphine Software International, Tiertex Design Studios e Unexpected Development.

O mais interessante é que o famoso jogador de basquete Shaquille O’Neal, que dublou o primeiro jogo, está de volta para fazer a voz do protagonista e de fato ficou muito bom.

Shaq Fu 1994 SNES capa

Poderes e inimigos

Nesse jogo de Kung Fu não há progresso de habilidades, seu personagem, no entanto, encontra objetos que pode usar contra inimigos como barris que provocam um efeito boliche muito engraçado ao ser jogado em uma multidão.

Shaq arremesando um barril contra uma multidão em Shaq Fu a legend reborn

Como nos típicos jogos de porrada, existem os inimigos mais comuns e aqueles diferentes, com poderes especiais, sozinhos eles não são grande ameaça, mas em grupo é um desafio.

No caminho você pode recuperar sua energia destruindo partes do cenário e coletando moedas que só servem mesmo para somar na pontuação final da fase.

Shaq encontrando o sanguessuga em Shaq Fu a legend reborn

As batalhas de cada fase são finalizadas em um chefão acompanhado de um vídeo clipe muito bem feito e engraçado, cada um tem uma forma diferente de atacar, mas nenhum é impossível de derrotar.

Vilão de Shaq Fu a legend reborn no banheiro químico

Shaq Fu: A Legend Reborn pode muito bem ser um jogo que você precisa desviar e atacar, mas isso se torna uma exceção quando Shaq recebe um Power Up muito legal.

Tela de loading em Shaq Fu a legend reborn
Infelizmente as telas de espera demoram mais do que deviam em Shaq Fu (PS4).

Se trata da transformação Big Diesel que deixa seu personagem com uma armadura robótica e de Shaqto que o transforma em um cacto gigante que atira espinhos.

Essas transformações estão disponíveis no decorrer da história e por alguns momentos você pode simplesmente apertar o botão e ver uma pilha de inimigos cair perante seus pés, uma pequena mudança temporária agradável.

ShaqTo em Shaq Fu a legend reborn

Efeitos sonoros e visuais

O visual do jogo é cheio de detalhes e o desenho parece que saiu diretamente dos quadrinhos.

Alguns efeitos muito legais acontecem durante a gameplay, você pode usar um ataque mais poderoso para jogar os malfeitores diretamente na tela e causar pequenas rachaduras nela, muito legal.

Inimigo esmagado na tela de Shaq Fu a legend reborn

As vozes em Shaq Fu: A Legend Reborn estão fantásticas, todos os comentários nos clipes e na gameplay estão traduzidos para o Português do Brasil, então facilita muito entender tudo.

A trilha sonora é um show, principalmente a música título que é bem cativante, isso me faz lembrar de um momento onde Shaq para tudo para pedir ao designer do jogo mudar a música, bem bizarro e diferente.

Designer do jogo em Shaq Fu a legend reborn

Como foi jogar Shaq Fu: A Legend Reborn

Minha primeira impressão do jogo foi como ele é engraçado e tem uma estética envolvente, não demorou muito para perceber que esse não é um daqueles Beat ‘em ups onde você sai apertando qualquer botão até vencer.

Shaq chocado - Shaq Fu a legend reborn

Fiquei presa em uma fase por um bom tempo, até que eu percebi que esse jogo exige de você uma atenção a mais com o tempo para desviar dos ataques, contra-atacar e atacar no momento certo.

Após a metade do game já conseguia passar tudo normalmente e foi muito bom, tão bom que após acabar queria jogar mais e achei curto, são 3 a 4 horas para zerar pela primeira vez.

Conclusão

Apesar de que eu nunca joguei o Shaq Fu lançado nos anos 90, eu adorei jogar essa versão atual e ficaria contente em jogar uma sequencia do jogo se ela for lançada.

Shaq Fu: A Legend Reborn é um Beat ‘em up moderno, um jogo de Kung Fu divertido, porém, bem curto e com poucos incentivos para zerar novamente.

Também já jogou o game e gostaria de deixar sua opinião? Ou somente tem alguma dúvida antes de jogar ele? Deixe um comentário abaixo que respondo assim que possível.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.