Compartilhe

Se você gostaria de conhecer a fundo a história de um dos jogos mais populares de terror não pode deixar de ler essa matéria, nela eu descrevo os fatos mais importantes de Silent Hill Origins, o jogo é um prólogo da história principal do primeiro Silent Hill e responde muitas perguntas.

Atenção: O jogo é aberto para muitas interpretações e eu usei as minhas para descrever os fatos nessa história, as conclusões que cheguei foram todas baseadas no que acontece no jogo e nos documentos encontrados nele. Usei a ajuda de um acervo online de informações do jogo localizado nesse link.

Se você nunca jogou nenhum Silent Hill, mas gostaria de conhecer a história com spoilers você vai adorar este texto, eu tentei escrever para que até mesmo quem não conhece o universo da série possa entender, a primeira parte conta até uma introdução das origens da cidade mais temida dos videogames, boa leitura.

O lar dos espíritos silenciosos

Na Terra existem lugares realmente especiais, lugares que provocam fenômenos praticamente impossíveis de serem desvendados. Um pouco antes do século 16, alguns humanos já tomaram consciência de um poder além da imaginação, localizado onde hoje é conhecido como o estado de Maine dos Estados Unidos da América, esse local é venerado e considerado como uma terra sagrada repleta de poderes misteriosos.

O lugar onde a cidade de Silent Hill existe
A região da cidade Silent Hill

Depois do descobrimento da América através de colonizadores Europeus, o local foi tomado por novos povos, aqueles que viviam na terra sagrada foram expulsos.

Em torno do ano de 1692 o lugar misterioso já tinha habitantes novos, porém alguns desses novos habitantes também tomaram conhecimento de seu imenso poder. Jennifer Carroll é uma dessas pessoas, ela foi uma das fundadoras de uma seita conhecida como A Ordem, porém foi queimada na fogueira por prática de bruxaria.

Jennifer Carroll de Silent Hill
Jennifer Carroll

Após a grande quantidade de imigrantes que chegaram nessa região e a passagem de uma epidemia no local, o lugar cresceu e passou a ser uma cidade, com a construção de uma colônia penal e de um grande hospital, a região passou a se chamar Silent Hill em torno do ano de 1810.

Em 1890 muitas pessoas da cidade desapareciam misteriosamente. Mais tarde no início dos anos 90 a prisão é fechada e Silent Hill passa a ser uma cidade turística. Nessa mesma era, um grupo de religiosos recriam a seita A Ordem assim como seus antepassados. No início os moradores não apoiavam a causa, mas com o tempo A Ordem passou a ganhar poder e influência sobre toda a população.

No ano de 1911, trabalhadores da empresa de mineração Gillespie Coal & Iron Company descobriram estranhos símbolos no subterrâneo de Silent Hill, desde então diversos acidentes ocorreram nessas cavernas, há até mesmo relatos de criaturas misteriosas, a empresa deixou de explorar essa região para evitar o pior.

Mesmo após a pausa nas explorações subterrâneas em Silent Hill, a cidade ainda é palco de misteriosos desaparecimentos ao redor do lago Toluca. Não demora muito para a reputação turística da cidade cair.

A origem

Na Silent Hill dos anos 60 vive a família Grady formada por um casal e seu filho. Helen Grady conhece da pior forma possível a influência que essa cidade tem sob as pessoas. Ela enxerga um mundo paralelo ao da realidade, esse outro mundo é conhecido como Otherworld, nele o tempo e o espaço são diferentes da realidade, sua aparência emana uma aura de morte, destruição e isolação.

O Otherworld não é somente um mundo fictício, ele existe, se você morrer nesse mundo o mesmo acontece no mundo real.

Helen consegue se comunicar com monstros do Otherworld através de espelhos, durante esse período ela é informada que o seu filho Travis, que atualmente tem em torno de uns 10 anos, é um ser do mal ou um demônio. Convicta de que essa informação seria verdadeira, Helen tenta assassinar o próprio filho e se matar ao liberar uma enorme quantidade de gás em sua casa. O plano de Helen falha, a polícia é avisada e consegue salvar os dois. Helen é aprisionada no manicômio Cedar Grove Sanitarium.

Richard e Travis Grady de Silent Hill Origins
Richard e Travis Grady

Ninguém acredita nas alegações de Helen, ela é mantida no sanatório enquanto Richard Grady cuida de seu filho. Richard é um marido apaixonado que não se conforma com o ocorrido, o que seria da vida dele sem a amada esposa? Para ele Helen já não era mais a mesma, com todas aquelas visões e conversas com monstros, ela nunca mais poderia voltar à sociedade após tentar matar Travis.

Na noite do dia 12 de junho de 1961, Richard toma uma decisão. O homem resolve se matar, Richard deixa Travis brincando em uma máquina de jogos do motel Riverside e se enforca em seu quarto. Travis encontra o pai morto, em choque o garoto se tranca no quarto junto ao corpo de seu pai e permanece lá até que a camareira chegue na manhã do dia seguinte.

Travis Grady

O pequeno Travis Grady de Silent Hill Origins
Travis Grady

Ao longo dos anos o garoto cresceu com sérios transtornos mentais, Travis desenvolveu um caso de dupla personalidade, uma de suas faces mostra um homem muito generoso, corajoso e sensato, a outra face é a de um Serial Killer atormentado pelo passado nebuloso. O lado bondoso de Travis não sabe da existência de sua outra metade.

No ano de 1976, 15 anos após a morte de Richard, Travis está dirigindo seu caminhão de entregas na estrada que leva até Silent Hill, em meio a escuridão da noite, durante seu trajeto Travis se depara com a figura de uma criança usando um vestido azul na estrada, seu nome é Alessa. Travis foi chamado por ela, ele agora estará fadado a encarar seus demônios internos em Silent Hill.

Alessa Gillespie

Alessa Gillespie de Silent Hill Origins
Alessa Gillespie

Alessa Gillespie é a filha de Dahlia Gillespie. Dahlia é uma mulher que participa do grupo religioso de Silent Hill chamado de A Ordem. Nascida em 1969, Alessa teve uma infância complicada devido às suas capacidades paranormais. Alessa possui poderes de telecinésia, levitação, projeção astral e premonição. Devido a isso ela era maltratada pelos colegas de escola e sua relação com a mãe não era agradável.

Alessa tinha somente uma amiga chamada Claudia Wolf. Claudia também teve uma infância difícil e entendia Alessa, as duas eram tão apegadas que se consideravam como irmãs, juntas as duas desejavam um dia ter uma vida repleta de paz e amor que nunca tiveram. Para isso acontecer, Alessa precisava se livrar desse mundo corrupto e sujo para que um mundo perfeito renasça, um mundo onde ninguém fica doente, ninguém envelhece e principalmente em um mundo onde não há nenhuma maldade.

Dahlia sabia dos poderes de Alessa e tinha certeza de que a filha poderia gerar um ser supremo que A Ordem sempre venerou. Esse Deus poderia nascer através de um ritual de sacrifício de uma menina ou mulher, várias tentativas já foram feitas pela seita religiosa em vão, mas Dahlia estava convencida de que com Alessa o ritual seria um sucesso.

Dahlia Gillespie de Silent Hill Origins
Dahlia Gillespie

Em 1976 Dahlia faz o ritual em Alessa, o processo provocou a queima do corpo de Alessa juntamente com a casa onde ela morava, porém a menina de apenas 7 anos não desistiu, ela usou seus poderes para criar uma projeção sua e buscar por ajuda.

Alessa escolheu Travis, o motivo de ela ter o escolhido pode estar relacionado à relação que Travis tem com o Otherworld, afinal de contas a mãe de Travis acreditava que o filho era o demônio. Travis também tinha um lado bom, puro e generoso, Alessa então decide usar isso a seu favor.

Bem-vindo a Silent Hill

Travis encontra uma misteriosa garotinha no meio da estrada, preocupado com a criança o homem segue a garota. Alessa leva Travis para a sua casa que no momento está em chamas, o homem vê uma mulher perto da casa, essa mulher na verdade é a mãe de Alessa, mas antes que ele possa perguntar sobre a garota, ele escuta gritos vindo de dentro da casa. Sem pensar duas vezes, Travis parte ao resgate de Alessa.

Travis encontra a garota queimada em Silent Hill Origins
Travis encontra a garota com o corpo carbonizado

O pequeno corpo da menina está completamente carbonizado pelas chamas, porém milagrosamente a garota está viva, Travis consegue tirá-la do perigo e logo em seguida desmaia.

Travis acaba de impedir que o ritual de nascimento do Deus cultuado pela seita seja realizado, mas a sua tarefa não acabou. O solo de Silent Hill é conhecido por ter poderes nunca antes imaginados pela raça humana, nesse lugar os segredos mais macabros, os medos e os pecados são revelados de forma surrealista.

Alessa pretende impedir que A Ordem consiga controlar o ser perfeito, para isso ela precisa recuperar todos os seus poderes. Durante o ritual, Dahlia usou um objeto místico chamado Flauros, ele foi usado para ampliar os poderes de Alessa para completar o nascimento do seu cultuado Deus, mas logo no fim do ritual, Dahlia também usou o Flauros para aprisionar os poderes da filha e o dividiu em cinco partes: o futuro, o passado, a falsidade, a verdade e o presente.

O objeto místico Flauros de Silent Hill Origins
Flauros

Ao amanhecer o caminhoneiro acorda em algum lugar de Silent Hill, inocente do que possa estar acontecendo, Travis tenta encontrar notícias sobre a garotinha que havia salvo na noite passada.

Em busca da verdade

O que Travis não sabe é que agora está preso em Silent Hill, nessa cidade criaturas grotescas aparecem em meio a uma neblina cinza, a cidade está praticamente vazia, tudo parece fora do lugar, todas os caminhos estão bloqueados, exceto aqueles por onde Travis deve ir.

Será que isso tudo é um delírio, será que monstros realmente existem? Os monstros que Travis mata em seu caminho são realmente monstros ou somente a forma como ele vê as outras pessoas? Seria ele inocente ou culpado?

Nenhuma dessas questões importam agora, em sua jornada, Travis irá visitar lembranças ou representações de suas memórias, conforme sua mãe suspeitava, ele tem poderes inexplicáveis, Travis é capaz de entrar a qualquer momento no Otherworld usando somente o reflexo do espelho, dessa forma ele usará este recurso para desvendar o que está acontecendo.

O hospital

Em sua busca por Alessa, Travis chega até o hospital da cidade, o local parece estar abandonado e apesar de encontrar um doutor chamado Michael Kaufmann, ele não consegue informações do paradeiro da menina. Foi no hospital que Travis descobriu sobre os seus poderes de viajar pelas duas dimensões de Silent Hill e quem mostrou isso para ele foi a própria projeção de Alessa.

O Doutor Michael Kaufmann de Silent Hill Origins
Michael Kaufmann

Intrigado e confuso, o caminhoneiro tenta alcançar a garotinha, mas ela não lhe dá nenhuma resposta clara, na verdade Alessa não pode mostrar para ele, pois é o próprio Travis que deve descobrir sozinho, somente assim ele pode juntar todos os pedaços do Flauros.

No hospital Travis consegue encontrar o pedaço do Flauros nomeado como O futuro. Antes de encontrar a parte do artefato, Travis teve que lutar contra um monstro em uma camisa de força. Seria essa a representação de seu próprio futuro?

Lisa Garland de Silent Hill Origins
Lisa Garland

Travis acorda na recepção do hospital e conhece a enfermeira Lisa Garland, a moça informa que Alessa morreu devido às queimaduras do incêndio, a conversa entre os dois dura pouco, Lisa avisa Travis que tem um compromisso com o Doutor Kaufmann no sanatório Cedar Grove.

O açougueiro

Quando Travis sai do hospital ele percebe que o único caminho disponível leva a um lugar em específico e esse lugar é o mesmo sanatório onde Lisa foi. No meio do caminho ele encontra um ser desprezível que assassina outros monstros da cidade, para ser mais claro ele encontra um homem vestido como um açougueiro com uma espada acima do tamanho normal partindo ao meio uma enfermeira monstro.

O açougueiro de Silent Hill Origins
O açougueiro

Na verdade o açougueiro é uma representação do lado maligno de Travis, aquele lado ao qual ele não faz nem ideia que existe, o seu lado perverso que assassina várias vítimas em série. A cidade de Silent Hill provoca isso nas pessoas que estão nela, ela faz com que você encare os seus monstros internos, até mesmo aqueles que você não sabe que existem.

O passado e a falsidade

Ao chegar no sanatório Cedar Grove, Travis se encontra com a mesma mulher que ele encontrou perto da casa que havia sido incendiada na noite passada, ele então descobre que ela é Dahlia Gillespie a mãe de Alessa. Dahlia sabe que Alessa levou Travis para Silent Hill e que pretende usá-lo contra ela. A mãe da menina tenta confundir Travis dizendo que ele não deve confiar em Alessa e logo em seguida vai embora. Travis não acredita nas palavras de Dahlia, ele sabe que a mãe da garota deixou a filha para morrer no incêndio.

Durante sua exploração no sanatório, Travis encontra o monstro que representa sua mãe, ele lembra que ela tentou mata-lo e que estava presa no manicômio. Após derrotar esse monstro Travis encontra o pedaço de Flauros conhecido como O passado. Antes de sair do sanatório Travis encontra um bilhete do teatro, logo ele percebe que o único lugar que ele pode acessar é o teatro Artaud.

Travis confronta o monstro que sua mãe se tornou em Silent Hill Origins
Travis confronta o que restou de sua mãe

Dentro do teatro Travis encontra novamente a enfermeira Lisa que age de forma estranha, a jovem está em meio a uma cidade enfestada de monstro, mas parece não se preocupar com nada, Lisa conta para Travis seu sonho de um dia se tornar uma atriz e logo em seguida vai embora.

Durante sua exploração em Silent Hill, Travis encontra algumas fotos de mulheres mortas com a descrição da causa de sua morte, essa pode ser uma forma indireta que a cidade usou para mostrar a Travis de seu lado assassino, no caso ele mata somente mulheres que provavelmente se parecem com a mãe.

O teatro de Silent Hill Origins
Em cartaz a peça A Tempestade de Shakespeare

É no teatro que Travis encontra o pedaço do Flauros chamado de A falsidade, afinal de contas o teatro representa histórias fictícias ou falsas e a vida dupla de Travis pode também ser considerada uma farsa. O monstro que Travis enfrenta antes de recuperar essa parte do artefato é baseado em uma obra de Shakespeare chamada A Tempestade. Alessa gostava de visitar o teatro e acabava acompanhando os ensaios da peça de A Tempestade, alguns personagens da peça atormentavam os seus sonhos.

Antes de deixar o teatro, Travis encontra uma chave do motel Riverside. Ao chegar no motel, Travis recorda um momento de sua infância conturbada, ele se lembra do dia em que o pai se matou no quarto de número 500 do motel.

A verdade

Em sua exploração no motel, Travis encontra o açougueiro e o mata cruelmente usando a própria faca gigantesca do monstro. Travis também encontra Lisa e o doutor Kaufmann no motel e percebe que os dois tem um caso, o casal não gostou da visita de Travis e acaba o trancando dentro do motel.

Travis consegue entrar no quarto 500 e encontra o seu pai enforcado que logo em seguida se torna um monstro, Travis derrota o monstro e consegue o pedaço de Flauros conhecido como A verdade.

Travis e Alessa de Silent Hill Origins
Travis tenta encontrar respostas

Assim como vem sempre acontecendo, após recuperar cada parte do Flauros, Alessa aparece para Travis e usa seus poderes para enviá-lo para outro local de Silent Hill. Dessa vez Travis aparece no porão do hospital de Silent Hill e perto dele está a última parte do Flauros, O presente.

Travis junta todas as partes e monta finalmente o Flauros. O objeto repentinamente cai das mãos de Travis e flutua, uma aura amarela envolve todos os pedaços do Flauros que agora se soltaram novamente. Uma explosão de luz faz Travis perder o objeto de vista, ao abrir os olhos ele encontra Alessa, a garota havia então recuperado com sucesso todos os seus poderes, sem dizer uma palavra a Travis ela vai parte.

Travis consegue escapar do hospital após enfrentar diversas criaturas hostis. Uma placa em uma lojinha de antiguidades informa para Travis entrar. Dentro do lugar Travis testemunha um ritual que está sendo realizado por membros da Ordem, eles estão tentando usar o corpo queimado de Alessa para trazer o seu Deus para a Terra.

O doutor Kaufmann se revela como um dos membros da seita, através de um gás o médico atordoa Travis que cai praticamente inconsciente. Antes de perder seus sentidos, Travis avista a mãe de Alessa entre o grupo, Dahlia está preocupada com a presença da filha. Pouco tempo depois Travis acorda ao lado de uma criatura de mais ou menos 3 metros parecida com o próprio demônio. Travis luta contra o monstro, com muito custo ele o derrota. O Flauros aparece e cai sob as mãos de Travis, ele solta o artefato que toma o mesmo formato com aura amarelada antes visto, o objeto enfim captura e armazena toda a alma e corpo do demônio.

O demônio de Silent Hill Origins
Travis enfrenta o monstro final

Travis cai momentaneamente e ao despertar vê uma luz vermelha sair pelo Flauros e entrar no corpo da jovem carbonizada, acima do corpo aparece um recém-nascido. Tudo havia acabado, Travis já se encontra na mesma estrada onde havia deixado seu caminhão e parte para uma nova vida, o seu lado maligno, no entanto, está aprisionado em Silent Hill por toda a eternidade, aprisionado em uma mesa cirúrgica ouvindo incessantemente os gritos de pavor de suas vítimas.

Travis malvado preso em Silent Hill Origins
Travis preso

Travis agora poderá seguir sua vida com somente seu lado bondoso. A projeção de Alessa leva o bebê recém-nascido para a estrada, ela deixa a criança lá para que uma família a encontre.

A criança deixada na estrada está com a parte maligna trancafiada em seu corpo junto com a alma de Alessa, dessa forma a menina encontrou uma maneira de impedir que A Ordem consiga reviver o ser supremo para que no futuro ela mesma possa invoca-lo para construir seu mundo perfeito.

Alessa deixa a criança na estrada em Silent Hill Origins
Alessa com a criança no colo

Em Silent Hill a seita e seus membros vão esperar pelo momento certo no futuro para o renascimento de seu Deus.

FIM.

Na minha interpretação o final bom e o final ruim do jogo são válidos já que eu acredito na teoria de que Travis tenha dupla personalidade e que a personalidade ruim ficou presa. Na verdade eu acredito que o final Ufo é o original, mas isso é tema para outra matéria. O que você achou da história? Deixe nos comentários abaixo sua opinião ou sugestão.

Você gostaria de ver mais desses artigos da história de Silent Hill? Deixe-me saber ao deixar um like ou gostei do facebook na página.

Não se esqueça também de curtir a Fã Page do site e se inscrever no canal do Youtube.

14 Comentários (Os comentários são aprovados manualmente pela admin do site e por isso não aparecem de imediato)

    • Olá, obrigada, sobre o final UFO, se você pensar bem tudo isso que acontece em SH é tudo muito fora da realidade, de certa forma você sempre fica meio na dúvida do que realmente aconteceu, eu não acharia estranho o fato de que os alienígenas estivesse brincando com a mente humana, talvez o jogo retrata o que acontece quando as pessoas são abduzidas e talvez os outros 2 finais sejam somente o que foi extraído da mente do pobre Travis. Talvez toda a cidade é um grande experimento deles, mas as pessoas acham que é tudo culpa de demônios e acredito que essa é a ideia dos extraterrestres para desviar a atenção deles e confundir as pessoas para não saberem a verdade do que acontece lá. Ok, eu confesso que assisti cada episódio de arquivo X e estou contando os dias pros próximos episódios em 2016, agora você sabe porque acho esse final válido, hehehee.

  1. Como movimento do cancel para o yes, para salvar, estou usando o emulador pcsx2 e não estou conseguindo salvar e o controle configurado funciona normalmente ao movimentar o personagem harry né! ate para equiapar hammer o healty drink não consigo, vou ter que ficar hibernando ate eu achar

  2. Você acredita que o final UFO é o original? Que tudo que acontece é uma ilusão induzida por alienígenas? isso é completamente sem noção. O final UFO é só uma brincadeira, não tem relevância para a história do jogo. Fuçando na internet vi que essa série, Arquivo X, trata de temas como alienígenas e isso provavelmente comprometeu seu ponto de vista. No jogo não há comprovação de que Travis seja um serial killer, isso é somente uma suposição, considerando que o final ruim é o correto. “Alessa possui poderes de telecinésia, levitação, projeção astral e premonição”, você está enfeitando demais, okay? O ritual não foi de sacrifício, pois Alessa não poderia morrer, ela tinha que sofrer muito e depois dá a luz ao deus ainda viva. No parágrafo acima da foto de Travis em frente ao teatro, você diz que Travis mata somente mulheres que se parecem com a mãe dele, isso não é verdade, pois nas cenas finais do final ruim é possível ouvir o que seria Travis matando um homem.

    • Olá Hugo, sobre o final UFO foi brincadeira, não me leve a sério XD. Ah eu assisti todos episódios de Arquivo X ótima série, inclusive vai voltar a passar em 2016. realmente ficamos no escuro com relação ao que realmente aconteceu no jogo e sim o fato dele poder ser um serial killer é suposição baseada em muitas coisas que me levaram a pensar isso. Sobre a Alessa eu somente citei as coisas que ela mostrou poder fazer, sabe lá quais outros poderes ela tinha.

      Pra mim se o ritual vai fazer a pessoa gerar um ser e depois resultar em morte eu acredito ser um ritual de sacrifício, ela está dando a vida para que outra venha ao mundo. Nada impede um serial killer de matar testemunhas, mesmo que não esteja no código de matança dele, aquele homem parece ser o empregado de um hotel, talvez ele suspeitou do Travis, as fotos com mulheres mortas é o que me fez pensar que esse é o código pra ele matar já que não havia fotos de homens mortos e normalmente um serial killer gosta de coletar uma lembrança ou troféu das mortes.

      • Muita boa a sua interpretação, pode até não condizer com a realidade da historia do jogo mas achei que faz muito sentido e talvez os jogos de Silent Hill nem tenham uma historia verdadeira dentre as várias apresentadas, talvez a idéia dos criadores seja mesmo deixar à nosso critério escolher qual historia e qual fatos do jogo nos agrada mais pra assim formularmos o que achamos que é realidade e o que não é, fica sempre “tudo em aberto” nas séries de jogos Silent Hill. Mas como ja disse, sua interpretação parece ser bem lógica e a que faria mais sentido ser real e quem disser que foi uma “interpretação sem noção” é pq não deve ter boa interpretação das coisas. Só discordo um pouco da teoria do final UFO como original, mas isso é questão de opinião, esse é um final tão válido quanto os outros, apesar de o jogo tê-lo deixado em segundo plano, inclusive reproduzindo a CG desse final em formato de desenho. Mas ja que o proprio jogo nos trás a possibilidade desse final UFO, não é absurdo pensar que ele seja real.

        • Olá, legal ter gostado, eu concordo com você, os criadores não quiseram deixar uma “história real” e deixou isso para agente interpretar, kkkkk o da versão UFO foi uma piada, no fundo eu acho que ele é realmente um assassino com transtornos sérios.

  3. Olá Bruna! Queria te parabenizar por essa matéria muito bem explicada. O Hugo ali leva as coisas a sério demais e também parece dono das verdades absolutas, o que por si só é uma bosta. Temos que lembrar quem (ao menos em SH 1, 2, 3 e origins) nada é explícito e explicadinho, praticamente TUDO está sempre aberto a interpretações.

    Eu por exemplo, não acredito que o Travis seja um serial killer, mas acredito que ele tenha essa dupla personalidade (o próprio jogo sugere isso em um livro encontrado no teatro) e que uma delas seja louca (como a mãe!? rs). Se bem que vale lembrar a cidade funciona sempre como uma jornada de autoconhecimento e castigo, aprisionando geralmente pessoas com “culpa no cartório”.

    Só para compartilhar minhas interpretações, acho que o final ruim é o verdadeiro! Travis teria conseguido impedir o ritual e o nascimento do deus da A Ordem, mas após isso, estava fraco e completamente a mercê dos inimigos.
    O final bom seria um presente de agradecimento da Alessa acontecendo apenas na cabeça do pobre caminhoneiro, aonde ele poderia viver uma “vida normal” dentro da própria mente completamente alheio ao mundo real ao se redor, como uma loucura boa. (Faz sentido? Talvez não, mas Silent Hill é assim mesmo. rsrsrs)

    E por ultimo, pera, vou te mandar um email pra falar melhor sobre. kkkkk
    Até mais! 😀

    • Olá Vic, legal ter gostado da matéria, eu concordo, essa é uma história criada para não ser explicada claramente para que possamos interpretá-la da nossa maneira. Já vou ler o seu email e respondo, obrigada por ter comentado.

  4. Alessa pede ajuda a Travis?
    Em primeiro lugar ela foi voluntária para o ritual. A história já começa por aí.
    Onde vc leu que Silent Hill fica em Mayne nos EUA? Eu nunca vi nada e ninguém comentando disso.
    Achei incrível a história, está de parabéns, mas a muitos furos nela.

    • Olá Ricardo, valeu por ter lido, na verdade agente tenta imaginar o que aconteceu e eu sempre pego os fatos que fazem mais coerência pra mim ao pesquisar tudo que posso do jogo, eu acredito que Alessa tenha procurado a ajuda de Travis para poder completar suas ambições (de destruir o mundo e fazer um melhor) quando ela apareceu pra ele. Tem referências no The Book of Lost Memories, uma espécie de livro de arte da série que explica muitas coisas como a localidade ao qual a cidade estaria, vale a pena dar uma conferida nele, dá pra achar algumas traduções em inglês se você pesquisar por ele na internet, isso porque acredito que estava em japonês antes de traduzirem.

Deixe um comentário