Home Artigos Especiais 5 Curiosidades sobre DOOM

5 Curiosidades sobre DOOM

Compartilhe

Doom é um dos jogos mais influentes da indústria dos games, por isso ele está cercado por histórias dos bastidores, polêmicas e todos tipos de curiosidades.

Neste artigo vou apresentar 5 curiosidades sobre Doom, pode ser que você conheça todas elas já que selecionei alguns fatos bem populares, mas talvez você nunca tenha ouvido falar nelas, então confira.

1 – Influências e inspirações

Primeiramente, Doom era para ser um jogo do Alien, a Id Software até começou a fazer negociações para conseguir os direitos para uso da imagem, mas os desenvolvedores acabaram desistindo ao imaginarem mais possibilidades criativas em uma história nova.

Com isso foi possível inserir novos elementos como os inimigos demônios, afinal de contas o desejo original era criar um jogo com ficção científica e ação.

Influencias de holywood no jogo Doom

Durante a criação de Doom, muito do jogo foi inspirado no jogo de tabuleiro Dungeons & Dragons já que a maioria daqueles trabalhando no jogo são fãs do jogo. O conceito de demônios saindo de um portal e invadindo o mundo veio de uma partida de Dungeons & Dragons.

Já o título de Doom foi retirado de uma cena do filme chamado A Cor do Dinheiro (1986) estrelado por Tom Cruise e Paul Newman, na cena o personagem de Cruise desafia um homem no jogo de sinuca, quando o homem pergunta o que ele tem, ele responde: “Doom”. Confira a cena:

Outro filme que inspirou a criação de Doom, além de Alien, foi o Evil Dead 2 de 1987, um famoso filme de terror com motosserras, monstros e muito sangue.

2 – Armas baseadas em brinquedos

As icônicas armas de Doom tiveram como modelos armas de brinquedos da loja Toys “R” Us, isso teve que ser feito já que a equipe do jogo era muito pequena e tinha pouco dinheiro para basear a modelação em armas reais.

armas de brinquedo inspiraram a modelagem de armas do jogo Doom

Para poupar dinheiro, muitas das armas foram criadas a partir de fotografias de armas de brinquedos compradas na loja, no jogo elas logicamente não mantiveram a coloração infantil e receberam um tom mais real.

3 – Microsoft, Valve e Doom

Em um certo ponto, Doom foi considerado o software mais popular, tanto que havia mais computadores instalados com Doom do que com o Windows 95, a verdade é que não é necessário ter Windows para jogar o game, basta ter o sistema operacional MS-DOS, aquele da tela preta.

Não querendo ficar para trás, o dono da Microsoft, Bill Gates tentou comprar os direitos de publicação de Doom, sem obter sucesso, ele então fez uma parceria com a Id Software, a Microsoft montou uma equipe para fazer uma portabilidade de Doom para o Windows 95.

O próprio Bill Gates fez uma apresentação, que você pode conferir no vídeo abaixo, sobre a chegada de Doom no sistema da Microsoft, a jogada deu certo e não é necessário dizer que o Windows hoje em dia domina uma grande parcela do mercado de sistemas de computadores pessoais.

Na equipe que fez a portabilidade de Doom para o Windows 95 estava nada mais nada menos do que Gabe Newell, um dos fundadores da Valve. Depois dessa, Gabe se encantou com o desenvolvimento de jogos, deixou a Microsoft e fundou junto com outros amigos a Valve.

4 – Exercícios do exército americano

O Doom foi o primeiro jogo eletrônico usado em treinamentos do exército dos Estados Unidos, para isso foi criado um Mod chamado Marine Doom.

Nesse Mod a partida é composta por até 4 jogadores: 1 líder, 2 fuzileiros e 1 equipado com uma metralhadora. Os exercícios feitos através das partidas em Doom tinham como objetivo treinar o trabalho em grupo, divisão de tarefas, reflexos e decisões em momentos de tensão, eles faziam missões que tinham um tempo limite para serem executadas.

5 – A cabeça do chefe de designer

John Romero é o chefe de designer da equipe que fez o Doom, entre os seus colegas de trabalho ele é reconhecido por ser um tanto quanto chato, pensando nisso, os desenvolvedores inseriram a cabeça decepada de John dentro de Doom 2.

John Romero de Doom e sua cabeça no jogo

É claro que John acabou descobrindo a brincadeira antes do jogo ser lançado, mas em vez de retirar ela, ele fez diferente.

Romero gravou sua voz dizendo a seguinte frase: “Para vencer esse jogo, você precisa me matar, John Romero!”, depois ele editou ela ao contrário e adicionou na parte do chefão final. Ele queria enganar a equipe para que ninguém percebesse antes do lançamento de Doom 2, mas todos descobriram no dia seguinte em que ela foi adicionada.

Conclusão

Muitos outros fatos curiosos envolvem a franquia Doom, acima somente citei 5 deles. Qual deles você não conhecia? Qual evento não mencionado você conhece? Deixe um comentário abaixo e compartilhe seus pensamentos com os outros leitores.

2 Comentários (Os comentários são aprovados manualmente pela admin do site e por isso não aparecem de imediato)

    • Olá Caio, nossa seria estranho a Microsoft ter comprado, se bem que ela comprou o Minecraft e manteve a equipe original de desenvolvimento trabalhando e não mudou muito, a diferença é que eles somente ganham os lucros.

Deixe um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here